Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

terça-feira, 3 de junho de 2014

Solar Roadways, um plano para substituir estradas por placas de energia solar


     Está no Indiegogo uma nova proposta para resolver o problema da energia no mundo: são as Solar Roadways, que, como o nome já indica, planeja trocar os trechos pavimentados de todo o mundo – não apenas estradas, mas ruas, calçadas, estacionamentos… – por placas que transformam energia solar em energia elétrica.
     A ideia é de um casal de engenheiros que está desde 2006 pensando em como transformá-las em realidade. Agora, precisam de ajuda do financiamento coletivo para financiar a produção em massa delas.
     As estruturas são formadas por uma placa de vidro extremamente resistente, que protege as placas solares e o circuito que fica abaixo dela.
     Há ainda LEDs que podem ser programados de acordo com a necessidade. Por exemplo, caso haja um acidente, o aviso pode ser colocado a alguns quilômetros de distância na própria pista, ou alterar a quantidade de vagas em um estacionamento em dias de muito movimento, ou até mudar as faixas em uma quadra de acordo com o esporte a ser praticado.
     Falando em resultados, estima-se que, ao substituir todas as estradas dos EUA pelas placas, seja produzida três vezes mais energia do que consegue consumir – apenas as estradas, sem contar ruas, avenidas e espaços de recreação.
     E há mais vantagens: as placas esquentam, derretendo a neve que fica nas ruas e impossibilita que carros trafeguem; o material utilizado para fazer as placas é reciclável; e elas utilizam corredores debaixo da terra para armazenar seus fios elétricos e de comunicação e recolher água de tempestades e neve. Isso permite que os fios elétricos da rua também sejam “enterrados”, facilitando sua manutenção, e ajuda a direcionar a água para sistemas de tratamento.
     Parece muito utópico? Concordo, mas o lance aqui é real: basta começar a substituir o concreto nas estradas pelas placas para começar a ver os resultados.
     Para isso, é preciso ajuda – não apenas em mão de obra, mas em dinheiro, afinal, contratar mais pessoas para ajudar a desenvolvê-las e obter o material necessário custa caro. A dupla queria 1 milhão de dólares para conseguir tocar o projeto; já foi obtido quase 1,2 milhão e, como a campanha está a seis dias do fim, dá para arrecadar mais ainda.
     Por que é inovador? Você já deve ter pensado um milhão de vezes no porquê de todas as superfícies do mundo não poderem captar energia solar, mas esse casal transformou a ideia em realidade de uma maneira ainda mais inteligente, dando às placas mais usos que “apenas” transformar energia elétrica, com custo reduzido e utilizando materiais recicláveis – ou seja, totalmente eco friendly.
     Por que é vanguarda? Talvez isso seja sonhar alto demais (sabemos que tem muitas pessoas ganhando muito dinheiro com estradas e elas podem dificultar as coisas), mas esse pode ser apenas o começo da substituição das estradas de todo o mundo. Pode ser, ainda, que no futuro as placas inteligentes fiquem ainda mais inteligentes, assumindo mais funções. E tudo começaria com as Solar Roadways.


Postar um comentário