Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

sexta-feira, 31 de maio de 2013

As dez árvores mais estranhas do planeta



 (Foto: reprodução)
1. Árvore da Vida
    Há 400 anos ela vive solitária no meio do deserto do Bahrein, graças às raí­zes profundas e extensas. Cerca de 50 mil turistas por ano percorrem 2 km de areia fina para ver de perto a Sharajat-al-Hayat, como é é chamada essa árvore no idioma local; reza uma lenda que ela fica no mesmo local do bí­blico Jardim do Éden...
_________________________________________________________________________
 (Foto: reprodução)
 (Foto: Reprodução)
 2. Árvores de Circo
     O fazendeiro Axel Erlandson começou a brincar com as aparências das árvores até que montou uma fazenda na Califórnia/EUA, na década de 1940, para expor suas árvores de Circo ele podava, vergava e inseminava as plantas em formas fantásticas. Para a Árvore Cesto, por exemplo, ele plantou seis mudas em um cí­rculo e depois as enxertou (umas nas outras) para formar os padrões geométricos que desenham o tronco acima.
______________________________________________________________________Â
 (Foto: Reprodução)
 (Foto: Reprodução)
 3. Baobás
     Com troncos que podem armazenar até 120 mil litros de água, elas se tornaram sí­mbolos do Senegal e a árvore nacional de Madagascar (que possui a maior variedade, seis espécies). Entre 25 m de altura e 7 m de diâmetro, os baobás crescem em zonas áridas e sofrem intervenções humanas, como este inusitado banheiro, construí­do dentro de seu casco.
_________________________________________________________________________
 (Foto: Reprodução)
 4. Banyan
     O templo Ta Prohm, no Camboja, foi cenário do filme Tomb Raider. A construção foi marcada pelas raízes gigantes das árvores que crescem para cima, ao redor e através das suas paredes. Na Índia, aliás, as pessoas acreditam que a árvore realiza desejos e traz sorte.
_________________________________________________________________________
 (Foto: Reprodução)
 5. Cajueiro de Pirangi
     A Praia de Pirangi, Natal, RN, BRASIL, virou ponto turístico por ter o maior cajueiro do Mundo E ele cobre uma área de 750 m². Isso acontece porque os pesados galhos pendem e se curvam para o solo até que deem novas raí­zes e comecem a brotar novos cajueiros a partir da mesma árvore.
_________________________________________________________________________
 (Foto: Reprodução)
 6. Carvalho

     A Capela do Carvalho é um carvalho que hospeda, no tronco oco, duas capelas construídas em 1669. Há uma escada em espiral que leva os peregrinos até os templos. A árvore, que fica em Allouville-Bellefosse, França, tem entre 800 e 1.200 anos, 15 m de altura e 16 m de circunferência.
________________________________________________________________________
 (Foto: Reprodução)
 (Foto: Reprodução)
7. Cipreste
      A Árvore de Santa Maria (Taxodium mucronatum) no México, tem a idade de mais de 2 mil anos. Esta é uma das maiores árvores do Mundo, com 42m de altura, volume de 817m2 e peso estimado em 636 toneladas. Por conta do seu tamanho, os nódulos que surgem nos troncos formam figuras que atraem milhares e milhares de visitantes.
_________________________________________________________________________
 (Foto: Reprodução)
 (Foto: Reprodução)
 8. Dragoeiro

     A casca e folhas cortadas secretam uma resina avermelhada, batizada como sangue de dragão, que era usada na Europa para produzir remédios ou tingir madeira e tecidos. O dragoeiro (Dracaena draco) é natural da Pení­nsula Ibérica, mas também pode ser encontrado em abundância nas Ilhas Canárias (Espanha) e em alguns pontos do arquipélago de Madeira e Açores, em Portugal.
_________________________________________________________________________
 (Foto: Reprodução)
 9. Sabina

     O vento forte causa a deformação nos troncos da maioria das Sabinas (Juniperus phoeniceada Ilha de El Hierro, no arquipélago espanhol das Canárias. A árvore foi descartada para a fabricação de móveis por conta de sua fragilidade, mas virou atração turística, especialmente durante a Semana Santa.

 (Foto: Reprodução)
 (Foto: Reprodução)
 10. Sequoia
     Reconhecidas pelo grande porte e longevidade, as sequoias podem passar dos 100 m de altura e viver por milênios. A espécie tem um tronco avermelhado e bastante robusto. Ela é tão forte que a Árvore Chandelier, que fica em Legget, na Califórnia/EUA, teve sua base perfurada na década de 1930 para virar um túnel para carros.


The Beatles - Get Back (sessão em estúdio) (vídeo raro)



The Beatles -  Get Back. Bom dia.

Sei não, mas... sei lá


Eu estaciono feito um idiota











Pesquisa: Adolescentes deixam Facebook após pais criarem contas pessoais

 
 A adolescência é a idade de sentir vergonha dos pais, e tal regra vale também para as mídias sociais. Muitos filhos vêm parando de usar o Facebook após pai e mãe começarem a ter suas próprias contas, com medo de passar constrangimento.
     De acordo com estudo realizado pelo Pew Research Center com 802 famílias, jovens americanos vêm migrando para outras redes após o excesso de uso dos pais. O relatório que foi divulgado semana passada englobou que, entre os jovens entrevistados que utilizam Facebook, 26% preferem o Twitter.
     Amanda Lenhart, uma das responsáveis pelo estudo, disse que a preferência é devido a pouca presença dos pais na rede de microblog. Os pais constrangem os filhos, muitas vezes com excesso de socialização e marcação em posts e fotos que os adolescentes e jovens sentem vergonha.
     O Tumblr e o Instagram também são opções normalmente utilizadas para “fugir” do Facebook. Além dos pais, o excesso de drama por parte dos amigos também é apontado como um dos principais motivos.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Cores da Natureza








Beleza rabiscada








iOS 7 deve ter novo visual


     Sempre que se fala no iOS 7, uma das primeiras questões é a mudança visual do sistema operacional, que vem mantendo o mesmo padrão há um bom tempo. Agora, mais indícios apontam que Jonathan Ive deve apresentar um novo conceito na próxima conferência da Apple.
     Os ícones dos aplicativos nativos devem receber uma nova cara, ganhando desenhos mais limpos e bordas mais arredondadas. A coloração deve mudar bastante, ganhando tons entre preto e branco mais simples. Todo o visual deve ficar bem menos carregado, um dos principais pontos que Ive vem trabalhando desde o começo.
     Segundo o The Verge, o iOS 7 ainda não está concluído, ao menos no seu visual: várias versões estariam em testes para que seja escolhida a final. A Apple Worldwide Developers Conference acontecerá no próximo mês, de 10 a 14 de junho. A expectativa é de que o iOS 7 seja apresentado durante o evento, mesmo que alguns pequenos detalhes possam mudar até lá.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Pesquisa: Jovens preferem ler na tela ao invés de impressos em papel


     Uma pesquisa na Inglaterra mostrou que, ao menos entre os jovens, já existe uma mudança nos hábitos de leitura e uma preferência por ler em uma tela digital.
     A pesquisa foi feita pela National Literary Trust. Foram coletadas opiniões de 35 mil jovens entre 8 e 16 anos de idade e se descobriu que 52% deles preferem ler em telas, comparado a 32% que prefere o impresso e o restante se dividindo entre sem preferência ou sem hábito de ler.
     Os dados vão além e mostram que 39% dos jovens leem todos os dias nos computadores, comparado aos 28% que leem em impresso diariamente. A leitura de ficção em smartphones é feita por 23% dos entrevistados, mas os livros ainda são mais populares em impresso: 53%.

Pesquisa revela que em breve poderemos regenerar membros perdidos


     Pesquisadores australianos divulgaram um artigo onde relatam ter isolado uma célula fundamental para a regeneração de membros em salamandras, e que futuramente poderia fazer o mesmo em humanos.
     Nós sabemos que as lagartixas e outros répteis conseguem regenerar as caudas, mas as salamandras vão além: elas são capazes de reconstruir qualquer parte do corpo danificada – desde membros a órgãos e estruturas internas, como coração e a espinha dorsal – até mesmo partes do cérebro. Mais importante, o tecido regenerado é exatamente igual ao original.
    Segundo o Dr. James Godwin e sua equipe do Monash University’s Australian Regenerative Medicine Institute, a chave está nos macrófagos, grandes células do sistema imunológico que junto aos leucócitos trabalham na defesa do organismo contra corpos estranhos – elas são responsáveis por devorar (em termos científicos, fagocitar) elementos invasores. No caso das salamandras, eles possuem um papel importante na forma que o organismo se organiza para iniciar o processo de regeneração.
     Os cientistas removeram todos os macrófagos dos espécimes e constataram que, após isso, eles perderam completamente a capacidade de regeneração. Tornaram-se como nós, desenvolvendo inclusive um processo de cicatrização. Ao devolver as células, as salamandras tiveram sua habilidade completamente restaurada. O estudo foi publicado na PNAS.
     O próximo passo é determinar se as substâncias produzidas pelos macrófagos são os responsáveis pela regeneração e, caso positivo, fazer engenharia reversa e aplicar esse tratamento em humanos, que poderia não só ajudar em problemas como fibrose e tratamento de cicatrizes, como muito provavelmente regenerar membros perdidos e tecidos mais complexos danificados, no caso de lesões na espinha e danos cerebrais severos.

Pesquisa: 45% dos estudantes de escolas públicas não possuem acesso à internet em casa

    O NIC.br fez uma coletiva de imprensa ontem para divulgar os resultados da terceira edição do TIC Educação, uma pesquisa feita anualmente com o objetivo de identificar os usos das tecnologias de informação e comunicação nas escolas brasileiras. O estudo mostra que a diferença de disponibilidade de acesso à internet entre os estudantes de escola particular e pública ainda é grande: no primeiro grupo, apenas 9% não têm conexão no domicílio; no segundo, esse percentual sobe para assustadores 45%.
    A baixa penetração de acesso à internet nas casas dos alunos de escolas públicas é compreensível devido ao alto custo, especialmente em áreas mais afastadas ou sem concorrência, onde apenas uma operadora oferece o serviço, muitas vezes com qualidade sofrível. Felizmente, 90% dos estudantes de escolas públicas declaram ter utilizado a internet nos últimos três meses, o que indica que eles pelo menos estão acessado a web em lan houses ou na própria escola.
     Os alunos estão dominando a tecnologia com mais facilidade: 48% dizem ter aprendido a usar o computador sozinhos. Segundo o NIC.br, esta é a primeira vez que a forma de aprendizagem “aprendeu sozinho” foi a mais citada. Apenas 19% afirmam ter feito um curso específico e só 4% ainda não aprenderam a usar computador e/ou internet.
     Entre os professores, a presença de computador ou conexão no domicílio é quase universal: 97% possuem computadores e 93% têm acesso à internet. 86% acessam a internet todos ou quase todos os dias. Entretanto, os docentes não usam tanto a internet pelo celular quanto os estudantes: 24% dos professores usaram conexões móveis; entre os alunos, o percentual é de 46%.