Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Museu da Harley-Davidson compra FatBoy usada por Schwarzenegger em Exterminador do Futuro 2!


     O Harley-Davidson Museum, em Milwaukee, que conta com mais de 450 motos usadas em filmes ou séries de TV comprou da Harley FatBoy, usada por Arnold Schwarzenegger no clássico Exterminador do Futuro 2 (ou T2: Judgment Day, pros mais chegados).
      Pena que não vai ser possível você dar umas voltas nesta FatBoy, ao som de You Could Be Mine, clássico dos Guns N’ Roses na trilha sonora do filme de 1991, pois você só vai poder vê-la ou fotografá-la.
     Saiba mais sobre o Harley-Davidson Museum em sue site. Se você também é fã da H-D, vale a pena dar uma olhada na timeline da empresa.


John Mayer with Keith Urban - Don't Let Me down


     Para não deixar a sexta-feira cair, Don't Let Me Down.

Sei não, mas... sei lá


Aplicativos do Google serão utilizados em escolas de São Caetano do Sul


     O Google e a Prefeitura de São Caetano do Sul firmaram nesta semana uma parceria que irá disponibilizar o pacote Google Apps for Education, que serão implantados em 67 escolas e beneficiarão 19 mil alunos e 1.500 professores do município. O acordo é o mesmo assinado pelo governador de São Paulo Geraldo Alckmin em novembro último, que disponibilizou o pacote em mais de cinco mil escolas estaduais, afetando mais de quatro milhões de estudantes e cerca de 300 mil professores e funcionários.
     Os professores receberão treinamento do próprio Google de modo que já em 2015 a novidade esteja disponível aos alunos em caráter definitivo. O objetivo do Google é aumentar o acesso à tecnologia em todo o mundo, por isso investir em educação é essencial. Quando o programa estives de fato funcionando, alunos e professores poderão compartilhar entre si o conteúdo das aulas, exercícios, fotos e vídeos de modo a estimular o aprendizado e ao mesmo tempo fazer com que a criança se familiarize com as ferramentas do Google.
     Segundo Milton Burgese, Diretor de Educação do Google Brasil o interesse partiu da Prefeitura de São Caetano, cidade que possui o maior IDH do país (0,862; segundo dados de julho) e que investe cerca de 35% de seu orçamento em educação. Ele disse ainda que o Google pretende expandir o plano para mais estados e municípios em breve, sem precisar datas ou locais e que a empresa está aberta a novas parcerias, basta que as partes demonstrem interesse.

Fonte: Google.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Modelo Kate Upton faz ensaio de biquini em gravidade zero


     Como parte da 50ª Edição de Aniversário da Swimsuit Issue da Sports Illustrated, a rechonchuda e bela Kate Upton foi fotografado em Cabo Canaveral, na sua câmara de gravidade zero, por James Macari.
     Nas fotos a seguir a modelo abundante está vestindo trajes de banho das marcas Delfina , Micoh , Praia do motim , American Apparel , Lolli Swim e edição limitada da coleção Target Swimsuit. As fotos foram selecionadas para que você possa ter um olhar mais atento sobre a Kate
















E no final, o amor que você recebe é igual ao amor que você faz


Por que elas devem ter câmera








Cientistas criam bateria inspirada na romã com dez vezes mais capacidade


     Os esforços para a criação da bateria perfeita – ou o mais próximo disso – continuam. Uma das mais recentes destas empreitadas vem de pesquisadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O grupo criou um tipo de bateria inspirada na fruta romã que promete armazenar até dez mais energia que o padrão atual.
     A fonte de inspiração pode dar a ideia de algo totalmente novo, mas o que a pesquisa faz, essencialmente, é utilizar melhor as tecnologias já existentes, tanto que as baterias continuam sendo feitas de íons de lítio, por exemplo.
     As mudanças começam com a aplicação de ânodos de silício para o armazenamento de energia após as recargas. Sabe-se há tempos que este material pode ter capacidade até dez vezes superior que os ânodos de grafite, os mais comuns nas baterias de lítio atuais.
     Se os ânodos de silício são tão bons assim, por que não foram usados antes? É o que pesquisadores vem tentando fazer, o problema é que este material se expande e rompe facilmente com o calor gerado no recarregamento da bateria. Além disso, o silício reage com o eletrólito, substância utilizada para condutividade elétrica, e degrada o desempenho do dispositivo em pouco tempo.



     É neste ponto que a romã entra em cena. A fruta é composta quase que totalmente por pequenas sementes aglomeradas em seu interior. Os pesquisadores se basearam nesta forma de organização para criar diminutos núcleos de carbono com nanopartículas de silício dentro. Estes “globinhos” são então dispostos dentro da bateria de maneira semelhante ao que acontece com as sementes.
     Como os núcleos são muito pequenos, eles não se rompem, pelo menos não facilmente. De qualquer forma, há espaço suficiente dentro de cada um deles para que o silício possa se expandir sem causar problemas.
     De acordo com o professor Yi Cui, líder do projeto, os testes com as baterias inspiradas em romãs mostraram que elas ainda operavam com 97% da capacidade depois de mil ciclos de carga e descarga, o que as torna aptas ao uso comercial.
     Se a ideia vingar, teremos um cenário deveras interessante. Além de podermos contar com smartphones que não precisam ser recarregados quase todos os dias, poderemos ter dispositivos bem menores que os atuais – a bateria, atualmente, é o componente que mais dificulta o desenvolvimento de aparelhos mais finos.
     Mas, como você já deve ter presumido, ainda há muito trabalho para que as baterias “tipo romã” virem realidade. Um dos desafios que a equipe de Yi Cui tem pela frente é estudar cascas de arroz. Este material é fonte de dióxido de silício e poderia ser utilizado para tornar mais barato o desenvolvimento dos núcleos.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Um detector de mentiras para redes sociais


     De vez em quando surge uma notícia falsa nas redes sociais que repercute muito antes de ser desmentida. Para evitar que rumores se espalhem e tomem proporções gigantescas, um grupo de pesquisadores está desenvolvendo uma espécie de detector de mentiras para ser usado na internet.
     A ferramenta foi batizada de Pheme, em referência à divindade da mitologia grega (em português, se chama Fama) que ouvia tudo no mundo e devolvia tanto os boatos quanto as verdades amplificados.
     Pheme irá separar os rumores em quatro categorias: especulação, polêmica, informação errada (quando se trata de algo que não é verdadeiro, mas “ingênuo”) ou desinformação (quando é algo que tem a intenção de prejudicar).
     Para identificar o que é verdade e o que não é, Pheme irá medir a credibilidade das fontes de informação, de sites de notícias e jornalistas famosos a pessoas que dizem ter testemunhado algo e bots, e verificar o histórico das contas em relação a outras notícias, para identificar as que costumam espalhar notícias falsas.
     Finalmente, irá bater com as que costumam confirmar ou negar informações para ver se é verdade ou não e ver como a conversa nas redes sociais em torno do tópico evolui. Juntando tudo isso, é esperado que a ferramenta consiga dizer, com bom grau de precisão, o que é verdade e o que é só boato.
     A Pheme ainda não está pronta e, apesar de já ser possível trabalhar com a quantidade de material, os diversos tipos e a velocidade que ele aparece, a equipe agora precisa descobrir como fazer para analisar automaticamente o que é verdade e o que não é. Ela já está sendo desenvolvida há três anos por uma parceria entre cinco universidades e quatro empresas europeias e não tem data para ser lançada.

Fonte: tecnoblog

A melhor guitarrista do Brasil é sobralense - Maria Clara Aragão - Sultans of Swing


Charme em Preto & Branco








Anatel aprova regulamento sobre direito do consumidor


     A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou na semana passada o novo regulamento sobre os direitos dos consumidores e promoveu mudanças na tentativa de aumentar a transparência no relacionamento com as operadoras. Entre as principais alterações está a possibilidade de cancelar os contratos automaticamente, sem precisar falar com os atendentes das empresas.
     A desistência poderá ser feita por internet, telefone e terminais de autoatendimento. O cancelamento automático deverá ser processado pela operadora em até dois dias úteis e o prazo para implementação da norma é de 120 dias após a publicação do Regulamento. Além disso, as empresas também terão de disponibilizar na internet um espaço no qual o consumidor possa ter uma cópia do contrato, plano de serviços, histórico de demandas e solicitação de gravações no call center.
     Houve mudança também na validade dos créditos de celulares pré-pagos, que passam a valer obrigatoriamente por pelo menos 30 dias, sendo que as operadoras são obrigadas a oferecer pacotes para 90 e 180 dias. Segundo relator da matéria, conselheiro Rodrigo Zerbone, em muitos casos os créditos expiram em sete ou dez dias. 
     A Anatel também determinou que as operadoras não podem enviar mensagens de texto para os clientes com publicidade, a não ser que o consumidor peça para receber os anúncios. Em 2012, a Agência já tinha orientado que as prestadoras fizessem uma consulta aos assinantes sobre o interesse em continuar recebendo mensagens publicitárias.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Smartphones com sistema operacional Ubuntu serão lançados em 2014


       A Canonical anunciou na quarta-feira (19) que o Ubuntu OS para smartphones chegará ao mercado em 2014. Os primeiros aparelhos equipados com o sistema serão feitos pela chinesa Meizu em parceria com a bq, da Espanha.
     Ainda não há detalhes de hardware dos dispositivos, mas já se sabe que não serão modelos de entrada convencionais para um sistema operacional estreante. Segundo a Canonical, o foco dessa primeira leva será em dispositivos de médio a top de linha.
     Embora não tenha havido qualquer confirmação, o fundador da Canonical indicou que o modelo vendido pela parceira espanhola poderá ser dual-chip, enquanto a Meizu usará um smartphone já existente na sua linha para rodar o Ubuntu, como o MX3.
     O grande diferencial do Ubuntu para smartphones frente aos seus concorrentes é sua interface completamente original. Os comandos são acessados unicamente por gestos, na vertical e horizontal e, por isso, o sistema não requer botões no aparelho em que está instalado.
     Além disso, o Ubuntu coloca conteúdos e serviços no centro da experiência, deixando aplicativos em segundo plano. Segundo a Canonical, essa característica permite aos usuários uma maneira nova de envolver com conteúdo multimídia e outras atividades no smartphone.
     Os aparelhos, cujos preços também não foram divulgados, serão comercializados diretamente pelos sites das fabricantes e via Ubuntu.com, provavelmente no terceiro trimestre de 2014.

Kate Perry interpretando Yesterday - Belíssimo!


Rabiscadas








Ufa! Americanos são tão burros quanto o resto do mundo.


     Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos trouxe um dado alarmante relacionado à educação. Segundo o instituto, cerca de um quarto da população não sabe que a Terra gira em torno do Sol.
     A pesquisa é realizada a cada dois anos pela Fundação Nacional de Ciência dos EUA, que envia os resultados ao Congresso Americano para avaliar a qualidade educacional da população. Desde 1999, os resultados apresentavam leve melhora nas áreas de ciências exatas. Entretanto, houve uma piora nas biológicas.
     Os resultados são alarmantes: enquanto que 25% da população americana não sabem que a Terra gira em torno do Sol, metade da população acham que antibióticos matam os vírus e a maioria acha que elétrons são maiores que átomos. No caso das pessoas que tem religiões confrontadas pelas hipóteses científicas, o resultado é ainda pior: cerca de 39% dos entrevistados concordaram que o Universo surgiu de uma grande explosão e 48% estiveram de acordo com o Darwinismo.
     Embora os resultados sejam pessimistas quanto ao conhecimento básico, a pesquisa revelou que os americanos confiam muito nos cientistas. Mais de 80% concordaram que a pesquisa científica, embora não traga benefícios imediatos, é necessária e deve ser apoiada pelo governo federal.
     A pesquisa faz uma comparação destes resultados com outros países. E eles já alertam: o mundo não pode zombar, pois as informações colhidas pela pesquisa nos Estados Unidos apresentam números similares em outros países.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Usina solar faz vítima fatal


       Infelizmente, a maior usina solar do mundo, em menos de uma semana, teve sua primeira vítima fatal: um pássaro que voava pela região.
     Para quem não conhece, esta usina foi construída na Califórnia, EUA, e conta com cerca de 350 mil espelhos que direcionam toda a luz vinda do Sol em tanques de água localizados em três torres. Desta forma, todo o calor recebido é convertido em energia elétrica, entretanto, a região do espaço onde ocorre a captação da luz solar pode ser fatal.
     O relatório divulgado pela usina indica que nestas regiões onde a luz é concentrada, a temperatura ambiente pode atingir facilmente 530 °C, isto é, um verdadeiro inferno de Dante. O resultado é que qualquer animal que passe por estas regiões será assado instantaneamente.
     Provavelmente foi isto que aconteceu com este pássaro, além de outros dez encontrados na região da usina segundo um relatório divulgado recentemente pela empresa que gerencia a usina. Alguns biólogos alertam que os espelhos poderiam ser confundidos com um lago, atraindo os pássaros.

É por isso que eles não precisavam de academia


The Drifters - Save the Last Dance For Me - Boa semana para todos.

Eu estaciono feito um idiota