Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

sábado, 31 de janeiro de 2015

Gadgets - iRoller – um limpador de tela reutilizável


     O iRoller Screen Cleaner da SKT Productions é um limpador de tela  reutilizável e sem uso de líquido para smartphones , tablets, aparelhos de GPS e quaisquer outras telas sensíveis ao toque que você possa ter. O problema de ter uma tela de toque é que você tem que tocá-lo, lógico. É quase impossível lembrar de limpar os dedos toda vez que você precisa usar o seu telefone ou tablet. O resultado final é uma tela que fica mais suja cada vez que você a usa, coletando manchas de dedos suados e manchas da gordura da pele, juntamente com a poeira e todos os tipos de bactérias e outras coisas nojentas. O iRoller oferece uma maneira fácil e rápida para manter suas telas de toque limpas. A melhor parte é que é infinitamente reutilizável, e tudo que você tem que fazer para limpar o iRoller é lavá-lo com água da torneira. O preço é meio salgado, US$ 25 na Amazon.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

A edição limitada da Pininfarina Fuoriserie, uma bike com motor elétrico




     Uma bicicleta feita sob medida desenhada pela Pininfarina e montada pela  Milano 43. O nome refere-se aos exclusivos carros de alto desempenho da Pininfarina Fuoriserie. É uma moto de edição limitada com características únicas.
     A Pininfarina Fuoriserie combina o puro design Pininfarina e a experiência e habilidade da Milano 43. Para projetar a elegante bike, a Pininfarina inspirou-se nos icônicos carros feitos sob medida dos anos trinta, para criar uma forma elegante e pura, enriquecida pela combinação de materiais modernos e clássicos.
     O quadro é feito de tubos em aço cromado e soldas feitas à mão por artesãos qualificados, e adornada por um revestimento de noz briar-raiz.
     As referências à herança também são detectáveis ​​no guidão e no assento, revestidos com um couro, cuja inspiração vem do couro entrelaçado utilizado nos interiores do Lancia Astura Bocca, um modelo icônico, desenhado pela Pininfarina em 1936.
     Em contraste com os tradicionais acenos de herança, há várias inovações na bike. O sistema de reforço da bicicleta otimiza a energia do ciclista através de um motor elétrico miniaturizado, que permite que o piloto cubra distâncias mais longas e substitua outros meios de transporte.
     O sistema de iluminação usa LED, com base em uma lâmpada de alta performance. Um plugue do sistema permite-lhe recarregar celulares através do dínamo.
     A singularidade da bike-moto é reforçada pelo quadro feito sob medida e pelo logotipo Pininfarina gravado nas maçanetas de freio.
     A moto será produzida em uma edição limitada de 30 unidades, referentes aos anos trinta, em que a Pininfarina foi fundada e dos anos que deram vida aos carros em circulação como o Lancia Astura Bocca.








O Lancia Astura Bocca.



Sei não, mas... sei lá


Gadgets – Proto X - O quadcopter nano original


      Conheça o Proto-X, agora disponível em seis cores - preto, branco, vermelho, amarelo, verde e roxo. Não só é menor quadcopter do mundo, como é também um dos mais leves multi-rotores à hélice do mundo.
     O Proto X mede 45 x 45mm e é ideal para voos internos. Pesa cerca de 11,5g . Leds brilhantes embutidos tornam mais fácil visualizar o Proto-X em condições de pouca luz.
     O rádio de 2,4 GHz permite não só um voo livre de interferências como também permite múltiplos Proto-X voarem ao mesmo tempo no mesmo ambiente. Uma bateria de 100mAh 3.7V LiPo, cabo de carga USB, rotor  e lâminas de reposição também estão incluídos no pacote “pronto-para-voar”. Tudo o que você precisa adicionar são duas pilhas "AAA" no controle.
    É muito legal. Assista ao vídeo:


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

De pequenos buracos a órgãos complexos – A evolução dos olhos


     Há 500 milhões de anos, nossos olhos eram apenas pequenas cavidades com a habilidade de detectar a direção da luz que chegava a eles. Essa cavidade evoluiu drasticamente, transformando-se nos órgãos complexos que conhecemos hoje. Mas… como isso aconteceu? Este vídeo curtinho do TedEd explica cientificamente.
     Resumidamente, ao longo do tempo nossos olhos se desenvolveram no sentido de captar mais e melhor a luz e, depois disso, no de melhorar a resolução das imagens formadas na retina. De certa forma, a evolução dos nossos olhos é similar à da fotografia – do início com as câmeras do tipo pinhole, as melhorias na captura da luz e o tratamento da imagem que chega à nossa retina invertida. É um órgão tão complexo que desafiou até mesmo o pai da teoria da evolução; Charles Darwin declarou que a ideia de que os olhos tenham passado pelo processo evolutivo parecia “absurda no mais alto grau possível.”
     Apesar da descrença de Darwin, foi exatamente isso o que aconteceu. No início, os “olhos” eram apenas um ponto de luz, um aglomerado de proteínas sensíveis que era ativado quando encontrava luz – e, consequentemente, alimento. O formato côncavo foi o passo seguinte, e ajudava a detectar melhor a direção da luz. Depois disso, a cavidade ocular cresceu e a abertura frontal, diminuiu, gerando o efeito pinhole que aumentou dramaticamente a resolução da visão e diminuiu as distorções.
     Depois disso foi a vez da lente, ou da nossa córnea, surgir. A teoria mais aceita, segundo o vídeo, é de que ela evoluiu de uma camada de células transparentes formada na frente dos olhos para prevenir infecções. Ela permitiu que o globo ocular fosse preenchido com fluídos, o que aumentou a sensibilidade à luz. Proteínas cristalinas que se formaram na superfície se provaram úteis para focar a luz em um único ponto na retina. A íris, a parte colorida dos olhos, funciona como o diafragma de uma câmera, controlando a quantidade de luz que entra nos olhos.
     Em paralelo, nossos cérebros também evoluíram, especialmente o córtex visual. Da mesma forma que não basta um monitor de altíssima resolução sem uma placa de vídeo decente, essa parte do cérebro melhorou para poder processar as imagens cada vez melhores, fornecidas pelos globos oculares.
     Depois disso, o vídeo, que está disponível apenas em inglês, mostra como os olhos variam dentro do reino animal. Dependendo do habitat e das necessidades específicas de cada um, esse fascinante órgão ganhou características adequadas a cada bicho. O que vem a seguir? Ainda é cedo, mas o autor Joshua Harvey prevê que os avanços da ciência permitirão a nós mesmos darmos o próximo passo na evolução dos olhos – e já tem gente pesquisando e entregando resultados nessa área.



Charme em Preto & Branco - Cadeiras, bancos e sofás








Uma gota para lavar a louça. GOTA pode salvar seu bolso e o planeta


     A tecnologia é uma ironia por si mesmo, como parece. Ele fornece as soluções para os nossos problemas e, em seguida, cria mais problemas para estas soluções. É uma busca constante para encontrar o equilíbrio certo.
     Mas aqui está Gota, a preservação da água na máquina de lavar louça - um dispositivo que oferece outra resposta tecnológica legal para a questão de como se pode poupar recursos de água doce preciosos. Este hub ultralegal e futurista é semelhante a um soldado espacial que explora o universo, mas na realidade é uma máquina de lavar louça projetada por Ibsen Caldas e sua equipe.
     O projeto original da Gota lhe permite economizar na quantidade de água utilizada para lavar a louça. Por simplesmente cozinhar tudo em fase de pré-lavagem e com a coleta desses mesmos vapores refrigerados para lavar os pratos na fase final, Gota acaba reduzindo o consumo de água pela metade. A tecnologia parece bastante simples no conceito e acaba com o uso excessivo de água. Embora não seja ainda claro sobre quantos pratos ou talheres ela pode lavar, parece grande o suficiente para servir à família convencional.
     Simples, ergonômica e perfeita para qualquer casa moderna, nós esperamos ver uma versão de produção da Gota muito em breve. Uma mistura "negócio" com prazer.




quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Drone caiu quando levava drogas dos Estados Unidos para o México


     O futuro do tráfico de drogas aparentemente está nos drones. A polícia de fronteira dos EUA recebeu a informação de que um drone caiu no estacionamento de um shopping mexicano em Tijuana.
     Foram encontrados 2,7 kg de metanfetamina entre os destroços de um Spreading Wings 900, da DJI, que custa cerca de US$ 1.400.
  O drone tem uma autonomia de 18 minutos, o suficiente para viajar distâncias consideráveis, mas parece que os traficantes gananciosos – e ainda não identificados – colocaram uma carga muito pesada, causando o acidente.
  Autoridades da fronteira entre EUA e México estimam que cerca de 150 drones contrabandearam drogas para os EUA desde 2012. À medida que a tecnologia se torna mais sofisticada, eles se tornarão um problema crescente para os agentes de repressão às drogas em todo o mundo – inclusive no Brasil.
     No ano passado, um drone despejou um pacote com 250 g de cocaína dentro de um presídio em São José dos Campos (SP). A droga foi apreendida por agentes penitenciários.


Por que elas devem ter câmera





Solowheel – Um monociclo maneiro


  A Solowheel foi projetada para ser leve e conveniente. Você pode colocá-la em escritórios, salas de aula, restaurantes, ônibus e trens do metrô. Uma alça torna conveniente pegar rapidamente a Solowheel quando você chegar a um lance de escadas. Com os pedais dobrados, ela não ocupa mais espaço do que uma mala, quando você for guardá-la em seu carro ou em casa.
     Use a Solowheel para substituir o seu carro, em curtas distâncias. Isso reduz os custos da gasolina, a poluição e o tráfego. Pessoas que fazem trajetos curtos podem ir para o trabalho ou escola na Solowheel, carregar o aparelho no escritório ou na sala de aula, e em seguida, passear de volta para casa.
Mãos Livres
     A Solowheel proporciona uma experiência de mãos-livres conveniente. Porque você opera a Solowheel inteiramente deslocando seu peso corporal e, ajustando o ângulo de seus pés e pernas, você tem as duas mãos livres para realizar qualquer coisa que você precise. Basta colocar um pé na plataforma e empurrar. Seu outro pé vai para a outra plataforma. Encline-se para frente para ir para a frente e volte para desacelerar e parar. Torça os pés esquerdo e direito para equilibrar e dirigir. O movimento é semelhante a dirigir a roda dianteira de uma bicicleta. Os usuários podem andar por cerca de 16 Kms, a 10 quilômetros por hora, e a bateria de fosfato de ferro de lítio pode ser totalmente recarregada em apenas uma hora e meia. As baterias SOLOWHEEL recapturam a energia ao descer uma ladeira, da mesma forma que as baterias de carros híbridos fazem.
      Assista ao vídeo instrutivo abaixo, para obter melhores informações visuais sobre como andar na Solowheel.
 Vantagens de possuir uma SOLOWHEEL:
1. Respeito ao ambiente: Use-a para substituir um carro para distâncias curtas. Isso reduz os custos do combustível, poluição e tráfego.
2. Mãos livres.
3. É leve.
4. Pode ser usada em diferentes terrenos. A Solowheel é portátil para que você possa colocá-la em edifícios, escritórios, shoppings, universidades, parques, estádios, parques de skate e em qualquer outro lugar onde veículos elétricos pessoais são permitidos.






Vídeo:


terça-feira, 27 de janeiro de 2015

A famigerada pasta DCIM


     Você tirou fotos com sua câmera digital (ou então com o celular) e, na hora de passar tudo para o computador, notou que todas as imagens estavam armazenadas em um mesmo local: a pasta DCIM. Se você já se intrigou pensando no motivo dos arquivos sempre estarem em um diretório com este nome, agora é a hora de encontrar respostas!
Por que DCIM?
     Antes de tudo é bom explicar que DCIM é um acrônimo para “Digital Camera Images” ou, em português, Imagens da Câmera Digital.  Só pelo nome do diretório já é possível saber o motivo pelo qual ele é responsável por guardar as fotos. O fato é que sempre que um equipamento capaz de tirar fotografias identifica um dispositivo de armazenamento (como um cartão de memória) ele busca pela pasta DCIM e, caso ainda não exista, a pasta é criada.
     A norma que colocou DCIM como diretório padrão para imagens em uma câmera digital foi definida pela Associação Japonesa das Indústrias de Tecnologia em Informação e Eletrônicos (Jeita na sigla em inglês) por meio da especificação DCF (Design rule for Camera File System). A DCF normatizou formatos e sistemas de arquivos, o que inclui a estrutura de pastas.
     Muitos aplicativos que trabalham com importação e edição de imagens são desenvolvidos para encontrar a pasta DCIM em um equipamento conectado ao PC. Isto faz com que seja desnecessário varrer o dispositivo todo atrás de imagens, bem como impede com que imagens não capturadas pela câmera sejam importadas.

Beleza rabiscada





Gadgets - “Mint”: o aparelho que diz quando seu hálito está ruim


     Parece que os dias de baforar na palma da mão para descobrir se o seu hálito está bom estão com os dias contados! Pelo menos é o que promete uma “nem tão” revolucionária invenção lançada durante a CES 2015, evento de tecnologia que aconteceu no início do mês, em Las Vegas.
     No caso, a empresa Breathometer, pioneira desenvolvedora do primeiro aparelho de bafômetro para smartphones, está lançando uma campanha para custear a produção de sua nova criação: “Mint”, um aparelho que conseguiria medir o hálito do usuário.
     Como o aparelho faz isso? Identificando alguns componentes no seu hálito que compõe os odores ruins, incluindo sulfato de hidrogênio, metanotiol e dissulfeto de hidrogênio. Além disso, ele também consegue averiguar o tanto de água que está na membrana mucosa de sua boca, percebendo se você está desidratado (uma das causas do mau hálito).
     Pode-se dizer que é mais um aplicativo para qualquer geek se dar bem na paquera. Para quem está interessado, o dispositivo está sendo preparado para ser lançado em agosto deste ano.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Asteroide gigante passará próximo da terra hoje à noite


     O asteroide 2004 BL86 passa próximo da Terra na noite desta segunda-feira (26). Com 300 metros de diâmetro, ele estará visível a partir das 23 horas (horário de Brasília), desde que se faça uso de um binóculo ou telescópio pequeno. Ele não apresenta riscos ao planeta, segundo a Nasa.
     Descoberto em janeiro de 2004 pelo Lincoln Near-Earth Asteroid Research (Linear) no Novo México, os astrônomos responsáveis pela descoberta acreditaram que, na época, o 2004 BL86 possuísse 500 metros de diâmetro. No entanto, imagens mais recentes revelam que ele é menor, com aproximadamente 300 metros. Ele passa a cerca de 1,2 milhão de quilômetros de distância da Terra e fica visível até às 4h da madrugada de terça (27). Para se ter uma ideia da distância, a Lua fica a cerca de 385 mil quilômetros de distância da terra.

As melhores fotos da semana no Pinterest