Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

As aranhas que decoram suas próprias redes


     Teias de aranha - possivelmente as mais belas e intrincadas estruturas animais do mundo natural. No entanto, algumas aranhas não se contentam com uma simples rede. Elas vão um passo além.
     Algumas aranhas decoram suas teias com padrões ainda mais elaborados e complexos do que são necessários. Poderiam ser os melhores designers de exteriores do planeta? Certamente, olhando para esses exemplos, elas estariam na competição. Mas, por que eles produzem essas configurações extras em suas redes? Alguns cientistas argumentam que é nada mais do que a estética do 'Homem-Aranha'.
     Dê uma olhada em alguns desses projetos aracnídeos e tire as suas próprias conclusões.






















Em Sobral, bancários entram em greve por tempo indeterminado

      
   A greve dos bancários foi iniciada hoje apenas em agências bancárias. Caixas eletrônicos, serviços de teleatendimento e centros administrativos continuam funcionando.
     Porém, existe a possibilidade de estender a greve a outros setores se as negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) demorarem. A  greve sempre começa pelas agências bancárias. A cada dia que passa e não há acordo entre a categoria e os bancos, a greve tende a crescer e atingir setores mais estratégicos.

     Reivindicações dos bancários

     Os trabalhadores que decidiram pela greve pedem reajuste salarial de 12,5%, além de piso salarial de R$ 2.979,25, PLR de três salários mais parcela adicional de R$ 6.247 e 14º salário. A categoria também pede aumento nos valores de benefícios como vale refeição, auxílio creche, gratificação de caixa, entre outros.
     Além do aumento de salário e benefícios, os bancários também pedem melhores condições de trabalho com o fim de metas consideradas abusivas, combate ao assédio moral, igualdade de oportunidades, entre outras reivindicações.

     Na foto, bancários da Caixa Econômica Federal, agência do Centro, fazendo protesto por melhorias salariais.

Beleza rabiscada







Com a ajuda do Google Earth, cientistas descobrem misteriosos desenhos na Ásia


   Utilizando a tecnologia do Google Earth, pesquisadores descobriram mais de 50 geoglifos de diferentes tamanhos e formatos ao norte do Cazaquistão.
     Variando de 90 a 400 metros de tamanho, os desenhos representam símbolos como quadrados, círculos, cruzes e até a suástica, que antes do nazismo era utilizada por religiões e culturas da China, Europa e Índia como símbolo de prosperidade.
     Arqueólogos da Kostanay University, Cazaquistão, e da Vilnius University, Lituânia, estão estudando os geoglifos por meio de radares que penetram o solo e fotografias aéreas; eles afirmam que as formações são difíceis de se enxergar do chão, mas que são claramente vistas do alto.
     Ao escavar o local das novas descobertas, os pesquisadores encontraram restos de estruturas antigas e de fogueiras, o que sugere que o sítio era utilizado para a realização de rituais. Entretanto, a equipe não possui ainda uma conclusão final sobre o significado dos geoglifos.



segunda-feira, 29 de setembro de 2014

A cupla foi da Ói


     Quero pedir desculpas aos nossos milhares de visitantes por não ter atualizado o Blog do Bega ontem e hoje cedo. O motivo é que venho enfrentando problemas com minha conexão da Velox desde o dia 6 de setembro. Entre quedas de sinal e diminuição de velocidade, reclamações e anotação de 6 números de protocolo, visitas agendadas e não realizadas, e finalmente culminando com a queda total do sinal DSL no sábado, a Ói tem me deixado na mão. Existe uma promessa de visita técnica para amanhã. Espero que apareçam para que o blog volte à normalidade. 

Horário de Verão 2014


     O Horário de Verão 2014 já foi definida pelo Governo Brasileiro. Neste ano, os relógios deverão ser adiantados em uma hora na noite de sábado, dia 18 de outubro, para domingo, dia 19, quando a hora será adotada oficialmente em vários estados do país. O Horário de Verão no Brasil deverá seguir até o dia 15 de fevereiro de 2015, quatro meses meses após o seu início. 

Eu estaciono feito um idiota











sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Stack Lighting lança lâmpada inteligente


     A Stack Lighting acaba de revolucionar o mundo das lâmpadas com a Alba, uma criação tão inteligente que parece magia.
     Feita com LEDs, a lâmpada possui um sistema de aprendizado que se ajusta baseado no comportamento de seu usuário, tornando-a extremamente responsiva.
     Apesar da grande ideia, o resultado não sai barato: o kit básico (Starter) das luzes Alba, que inclui um hub e duas lâmpadas, está em pré-venda por US$ 170. Caso você queira um Beacon extra para detecção de presença, são mais US$ 20.
     No momento, a invenção só é compatível com um tipo de entrada (BR-30), mas a Stack Lighting garante que fará adaptações para conectores diferentes e que o produto chegará ainda em 2015.
Veja o vídeo:

Sei não,mas... sei lá


Conheça o Strati, um carro construído por uma impressora 3D


          A empresa norte-americana Local Motors desenvolveu o Strati, o primeiro carro a ser produzido por impressora 3D. O design do veículo levou anos para ser projetado, mas a impressão tridimensional do automóvel durou apenas 44 horas. Somente sua carcaça foi fabricada com a tecnologia. Ele foi montado durante um evento nos Estados Unidos.
     O carro foi construído, ao vivo, na frente dos visitantes do International Manufacturing Technology Show, realizado em Chicago. Ao todo, o veículo precisa de somente 49 partes para ser feito, incluindo a sua “carcaça” maior em 3D. Em um carro normal, há entre 5 e 6 mil componentes.
     Peças como motor, rodas, assentos e janela, claro, são os modelos de fabricação tradicional. Elas foram instaladas no automóvel. O processo de criação de um carro com impressora 3D é mais demorado e complicado do que a produção em uma linha de montagem comum. A meta, porém, é mudar isso em breve.
     “Esperamos que, nos próximos meses, esse tempo caia para 24 horas e, eventualmente, para menos de 10 horas. Isso em alguns meses. Hoje, a melhor fábrica de Detroit ou da Alemanha só consegue fazer em 10 horas em uma linha de produção, após centenas de anos de progresso”, disse o CEO da Local Motors, John Rogers à Scientifican American.
     O Strati, cujo nome significa “camadas” em italiano, alcança até cerca de 65 quilômetros por hora. De acordo com o diretor-executivo da empresa, o carro tem potencial para modificar um cenário que está estagnado há muitos anos. Por isso, a companhia pretende comercializar o produto ainda neste ano, com preços a partir de US$ 18 mil (R$ 41 mil).
     Impresso em um material termoplástico de fibra de carbono reforçado, o veículo aguenta percorrer até quase 200 km com somente uma única carga em sua bateria. Até o início das vendas, a fabricante promete testar o carro ao máximo para garantir que ele possa ser utilizado normalmente no trânsito.
Processo de produção
     O veículo é o primeiro carro realmente funcional feito com impressoras 3D. Há um ano e meio, o projeto surgiu, e a empresa recebeu mais de 200 sugestões de design para o Strati, até chegarem a um modelo sugerido da Itália, por Michele Anoe. A escolha foi feita pensando também na praticidade de montagem.
     Sua parceira na produção, Oak Ridge Labes, teve que criar uma modificação em uma impressora laser para uma versão 3D para iniciar a fabricação. E, depois, uma fábrica em Cincinnati refinou o visual do carro. A impressão durou quase dois dias, mas aperfeiçoá-lo gastou quase um outro dia inteiro.
     Durante a feira de tecnologia em Chicago, foram necessários quatro dias para se concluir o processo. Segundo Rogers, poderia ter sido feito em menos tempo. Contudo, foi alongado, a fim de entreter o público durante todo o evento. Agora, resta aguardar as otimizações e, no futuro bem próximo, ver se o Strati aparecerá circulando pelas ruas de todo o mundo. Veja, abaixo, um rápido vídeo demonstrando a montagem do carro:

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Retratos de Aves arrepiando com Personalidade por Leila Jeffreys


     Dizer que a fotógrafa Leila Jeffreys teve uma educação eclética seria um pouco de eufemismo. Com uma mãe da Índia e um pai da Ilha de Man, ela viveu na Papua Nova Guiné, numa casa-barco em Kashmir, apesar de uma guerra em andamento, e em uma aldeia indígena cercada por búfalos, mangusto e macacos.
     Quando criança, Jeffreys foi ensinada por seu pai sobre como resgatar aves e teve aulas de enfermagem, voltada para aves, uma experiência que resultou em um profundo entendimento da vida selvagem que sobressai imediatamente ao ver seus retratos espetaculares de pássaros. Suas fotografias afetuosas de corujas, águias, caturras e periquitos parecem capturar a essência da personalidade de cada animal, retratando muitos deles com características surpreendentemente humanas.
     Jeffreys agora vive em Sydney e, recentemente, concluiu os trabalhos em sua mais recente série de aves predadoras intitulado Prey . Ela acaba de abrir uma exposição na Galeria Olsen Irwin, que vai até 28 de setembro.