O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

domingo, 21 de setembro de 2014

Li-Fi, Internet à luz que pode substituir o Wi-Fi


     Já pensou em se conectar à Internet através da luz? Essa é a proposta do Li-Fi - ou “Light Fidelity” -, a tecnologia que utiliza ondas de luz como sistema de conexão e promete produzir velocidades de até 150 Mbps com apenas uma lâmpada de LED equipada com um processador de sinal.
O que esse tal de Li-Fi?
     O presidente das Comunicações Móveis da Universidade de Edimburgo e co-fundador da pureLiFi, professor Harald Hass, foi o primeiro a estudar sobre a tecnologia e cunhou o termo Li-Fi pela primeira vez durante uma palestra do TED, em 2011. Mas o projeto D-Light' no Instituto de Edimburgo começou a receber o financiamento para o desenvolvimento a partir de 2010.
     O Li-Fi funciona de formar similar ao conhecido Wi-Fi. Porém, o sistema recebe sinais de comunicação ao ligar e desligar as lâmpadas de LED em um período de nanossegundos. Apesar de as luzes precisarem ficar ligadas para transmitir os dados, elas podem ser reguladas a um ponto invisível para os olhos, mas isso diminui o seu alcance. Porém, a torna mais segura contra hackers. Além disso, cada lâmpada é capaz de oferecer conectividade para até quatro computadores.
     Enquanto o Wi-Fi requer circuitos de rádio, antenas e receptores mais complexos, a Li-Fi utiliza métodos de modulação semelhantes aos raios infravermelhos, tais como os controles remotos. As lâmpadas de LED são semicondutores e a saída óptica pode ser modulada em velocidades altas capazes de serem detectadas em dispositivos fotodetectores e convertidas de volta para a corrente elétrica.
     Um teste feito em 2013, por Chi Nan, professor de Tecnologia da Informação da Fudan University, localizada em Shanghai, na China, conseguiu manter quatro computadores conectados à Internet por meio de apenas uma lâmpada de LED com um alcance de 150 Mbps.
     Já os pesquisadores alemães atingiram a marca de 500 Mbps com aparelhos colocados a 2m um dos outros. Com a distância de 20m, a velocidade caiu para 100 Mbps. Até então, a velocidade mais rápida relatada era de 3 Gb/s, pelo Instituto Heinrich Hertz Fraunhofer, na Alemanha.
     O Li-Fi tem sido apontado como sucessora do Wi-Fi por oferecer mais velocidade 250 vezes maior, o que permite baixar um filme em alta definição em apenas 30 segundos. Além disso, o esperado pelos pesquisadores é que tecnologia custe menos, permitindo, inclusive, fornecer conexão gratuita. Os futuros aparelhos de celulares, tablets e computadores deverão vir com detectores de fotossensíveis e devem conseguir conexão de um poste de luz em vias públicas, por exemplo.
     A tecnologia também poderá ser usada em campos militares, carros e até transportes coletivos. Brinquedos interativos que incorporarem luzes de LED também poderão ser utilizados para permitir conexão. O Li-Fi pode até funcionar debaixo d’água e outras áreas de difícil implantação de cabos. Além disso, não cria interferências em equipamentos eletrônicos sensíveis, o que a torna melhor para uso em ambientes como hospitais e aviões.
     Entretanto, as ondas de luz não podem penetrar as paredes, o que limita seu uso em residências, por exemplo. Além disso, é preciso fazer mais testes, pois a conexão não pode ser interrompida. Acredita-se que a Li-Fi estará disponível até 2018 para todos, residências e empresas.

sábado, 20 de setembro de 2014

Sobral ontem e hoje



Dell lança monitor de 5k de resolução


      Televisores e monitores com resolução 4K (densidade total de 8,3 megapixels) ainda nem chegaram na maioria das residências, ao menos no Brasil, e a Dell já quer deixar a tecnologia pra trás com seu novo produto.
     Com um display de 5.120 x 2.880 pixels, o UltraSharp 27 Ultra HD 5K tem quase o dobro dos pixels da resolução 4K, mas a empresa está até sendo legal e está chamando apenas de “5K”. No entanto, a humildade acaba aí, pois o aparelho ainda inclui um sistema de calibração de cores exclusivo da Dell, uma camada antirreflexo e antimanchas, e seis portas USB.
     A novidade, como o próprio nome diz, terá 27 polegadas e está prevista para chegar até o final do ano por US$ 2.500 (na cotação de hoje, quase R$ 5.700).

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Wet Brush lança escova que facilita selfies


      Seguindo a tendência das “selfies”, a empresa Wet Brush desenvolveu um inusitado produto para facilitar a vida de quem quer tirar boas fotos e ainda manter o visual. O acessório chamado Selfie Brush é uma escova de cabelo em tamanho real, com compartimento para iPhone 5 ou iPhone 5S na parte de trás.
     A capa chegou ao mercado com a proposta tripla de ser, ao mesmo tempo, uma capa para iPhone, escova de cabelo e um "facilitador" de selfies. Com um lado da case é possível pentear os cabelos, e com o outro lado tirar autofotografias com um ângulo de alcance maior e com riscos reduzidos de tremidas. Ao lado do iPhone ainda tem um espelho, que potencializa ainda mais a função e ajuda a escolher o melhor ângulo.
     No site oficial da marca eles exaltam a facilidade de encontrar o device na bolsa e de aumentar a praticidade ao usar smartphone. O acessório é vendido nas cores rosa, lilás e preta e custa US$ 19,99 (o equivalente a R$ 45,00).

Sei não, mas... sei lá


Intel lança microcomputador do tamanho de cartão SD


     A Intel disponibilizou no mercado o microcomputador Edison, que tem tamanho de um cartão SD, transistores de 22 nanômetros e conexões Wi-Fi e Bluetooth. O produto foi lançado nesta semana, no Intel Developers Forum (IDF) 2014 que ocorreu na Califórnia, no mesmo dia do lançamento dos iPhones 6 e 6 Plus. O computador é um dos menores do mundo e foi anunciado durante a CES 2014 em janeiro de 2014.
     O minicomputador é muito menor do que seus concorrentes Arduino Uno e Raspberry Pi Model B+, sendo que esse último foi lançado em julho e tem o tamanho de um cartão de crédito. O Edison custa US$ 50 (R$ 115, sem impostos), apresenta 1 GB LPDDR3 de memória RAM, voltagem de 3,3 V até 4,5 V, processador Quark SOC, duas bandas de frequência (2,4 GHz e 5 GHz), memória interna flash de 4 GB e MMC e sistema operacional Yocto Linux versão 1.6. Ele também dispõe de duas entradas USB, suporte a outros cartões SD e uma entrada de 70 pinos.
     Não há previsão ainda de quando o microcomputador chegará ao mercado brasileiro. A Intel, no entanto, conseguiu embutir o equipamento em uma placa Galileo de 100 MHz que tem o estilo de um Raspberry Pi. Essa montagem permite que o microcomputador possa conectar objetos diferentes em torno do conceito da “Internet das Coisas”.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

A Cozinha Oceano – por Robert Kolenik


     O designer holandês Robert Koleik é especializado em “eco chique”. Sua empresa de design, com sede em Amsterdam, incorpora a natureza e produtos ecologicamente corretos em seus projetos de interiores de luxo. A cozinha do oceano é o seu mais recente exemplo de design de coexistência funcional com a natureza viva.
     A Cozinha Oceano foi produzida como um projeto inteiramente customizável em que o aquário serve como base para o balcão da cozinha que esconde cuidadosamente armários, espaço de armazenamento e filtro.
     O balcão-fogão sem esforço levanta com o pressionar de um botão para alimentar os peixes e manter o tanque em forma de L com facilidade.








Charme em Preto & Branco








Veja como será o Menu Iniciar do Windows 9


     Essa semana, alguns blogs alemães que não usam abas absorventes, começaram a vazar detalhes sobre o novo Menu Iniciar do Windows 9. Hoje um deles, chamado WinFuture, liberou dois vídeos confidenciais em seu canal do YouTube, mostrando como vai ser o funcionamento desta parte do sistema operacional. Parece que ele vai trazer recursos bem interessantes de personalização, além de se mostrar flexível.
     Como podemos ver, a Microsoft resolveu, sabiamente, manter tanto o Menu Inciar, quanto a chamada Start Screen da interface Modern, com os já famosos ícones quadrados dos aplicativos. Você pode alternar livremente entre os dois estilos.
     Dessa forma, ela tenta agradar a gregos e troianos, uma vez que o sumiço do menu clássico nas últimas versões foi alvo de críticas pesadas dos usuários mais xiitas acostumados com a versão anterior.
     Há indícios de que essa nova versão seja apresentada oficialmente ainda em setembro, no dia 30. Vamos aguardar.
     E se ela der certo e fizer sucesso, lá vamos nós alimentar aquela teoria maluca das distribuições ímpares do Windows e a maldição dos números pares, que faz tanto sentido quanto qualquer outra pseudociência ligada à numerologia.
     Veja o vídeo:


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Acer cria chapéu rosa e purpurinado que tira selfies


    A Acer desenvolveu um chapéu rosa e com purpurina voltado para tirar selfies. O modelo, que segue o estilo dos "sombreros" mexicanos, apresenta uma câmera fotográfica com um display que ajuda o usuário a encontrar o melhor ângulo de si para registrar a foto. O produto está em exposição no evento de moda London Fashion Week.
     O Acer Selfie Hat, como é chamado o chapéu, foi produzido em parceria com o fashion designer Christian Cowan-Sanluis. A câmera está embutida no tablet Iconia A1-840, da Acer, que já vem integrado no acessório.
     Os movimentos do chapéu não são só para encontrar um bom ângulo, segundo a Acer. “Ele também ajuda a entender a iluminação, como expressões diferentes podem mudar um rosto e, por fim, como criar o momento perfeito para mídias sociais”, afirmou a empresa.
     Por enquanto, o chapéu está sendo vendido apenas com hora marcada no mostruário de Cowan-Sanluis, em Londres, Inglaterra. Os interessados ganharão uma apresentação exclusiva do produto e conselhos do designer. O preço do produto, entretanto, não foi revelado.

Por que elas devem ter câmera







Pixlr, uma opção gratuita ao Photoshop


      Quem trabalha com design, jornalismo ou simplesmente alimenta um blog pessoal, sabe que a arte de tratar, recortar e modificar imagens é muito importante. Até mesmo para cuidar bem dos registros familiares, saber usar um aplicativo de edição é um trunfo e tanto para “dar um trato” naquela espinha ou para corrigir a foto escura que você tirou com o smartphone.
     Quando falamos em edição de imagens, imediatamente lembramos do Adobe Photoshop. Porém, a licença do aplicativo custa caro: ele é focado no mercado profissional, no qual o investimento é justificado através do lucro da empresa ou do artista. E para quem gosta da interface do Photoshop, surge um drama: não há muitas opções arrojadas e gratuitas, principalmente uma que não precise de instalação no seu computador.
     Para sanar este problema, existe o Pixlr – um aplicativo online leve e que funciona de maneira muito semelhante à famigerada ferramenta da Adobe. Basta acessar o site, selecionar uma imagem (do seu computador, de uma biblioteca online, do Facebook ou mesmo de um endereço da web) para começar o trabalho. Obviamente, também é possível criar arquivos da estaca zero.
     As funções, os ícones e o posicionamento das barras de ferramentas é praticamente a mesma do Photoshop, e o programa funciona com incrível fluidez. Os filtros e efeitos visuais estão presentes, embora simplificados, e o Pixlr também consegue abrir e salvar arquivos padrão PSD, criar camadas (layers), regular cores com separação de canais, e muito mais.

     Gostou? Recentemente comprada pela Autodesk, uma nova versão para PC e Mac foi lançada, que pode ser usada tanto online quanto offline. A empresa ainda promete versões para Android e iOS no futuro próximo, permitindo ainda usar a sua conta (opcional) do serviço entre as plataformas.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Praticando esportes sem roupas - ESPN magazine body issue 2014




 










Beleza rabiscada







Um anel inteligente com conexão com Android e iOS


       A empresa conhecida pelo desenvolvimento de dispositivos vestíveis, MOTA, anunciou um anel inteligente que se comunica com os sistemas Android e iOS. Apresentando visual sofisticado, o curioso dispositivo mostra notificações de redes sociais, e-mail e outros aplicativos instalados, além de oferecer alertas sonoros e vibratórios.
     O Moto SmartRing está no site oficial da marca e é um anel que foi desenvolvido para ser uma extensão de smartphones e tablets. Ele transmite alertas vibratórios de qualquer aplicativo instalado em dispositivos Android e iOS. Dessa maneira, os usuários podem realizar outras atividades, mantendo seus celulares reservados enquanto estiverem com o anel em um dos dedos.
     Em suas configurações, o SmartRing conta com um recurso chamado VIP, que permite definir que tipos de alertas serão recebidos. Tal característica pode ajudar pessoas que querem otimizar seu tempo, evitando distrações com redes sociais e deixando em evidencia o que realmente é importante em determinado momento, como mensagens de e-mails e ligações.
     “Os usuários irão decidir exatamente as notificações sobre as quais querem se manter atualizados. O The SmartRing exibe notificações em forma de texto e permite que os usuários possam utilizam a rolagem de palavras na velocidade que desejar. O SmartRing fornece o máximo de discrição sobre notificações, deixando o usuário habilitar e desabilitar alertas sonoros e táteis”, disse a MOTA em um comunicado à imprensa.
     O emparelhamento e configuração do Anel será feito através de um aplicativo para Android e iOS. O produto foi apresentado para o público durante a IFA 2014, realizada em Berlim no dia 3 de setembro. No entanto, seu lançamento oficial nos Estados Unidos só deve acontecer no final de 2014.