Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Mais um motor elétrico para sua bike


     Uma roda elétrica promete transformar bicicletas em aparelhos inteligentes. A Roda de Copenhague é um equipamento de extrema engenhosidade: o dispositivo, que pode ser adaptado em qualquer bike, conta com uma bateria, motor elétrico de 350 watts e sistemas de recuperação de energia cinética. De quebra, dá para conectar a roda um smartphone e deixar o gerenciamento do sistema ainda mais inteligente. A ideia é tornar híbrida qualquer bicicleta.
     A simplicidade do equipamento e a quantidade de soluções que ele oferece impressionam. Se você instalar o dispositivo na sua bike e estabelecer a conexão com seu smartphone via Bluetooth, ela passa a interagir com os sensores do telefone e identifica o quão rápido você deseja ir. Com isso, o motor elétrico entra em ação e alivia o esforço que você faz no pedal. É o mesmo princípio do Segway, que usa acelerômetros para identificar o ângulo de inclinação do seu corpo para definir a velocidade de deslocamento.
     A roda também conta com aplicativos para iOS e Android. A bateria, com vida útil estimada de 1000 ciclos, promete duração de 4 horas, dependendo da intensidade do uso, e que pode ter a carga regenerada a partir da energia cinética colhida a cada freada. Segundo o fabricante, deve ser possível usar o sistema para se locomover por uma distância de até 50 km, a uma velocidade máxima de 25 km/h. A roda oferece cinco marchas e pesa 5,9 quilos.
     Para quem se interessa por engenharia, a Roda de Copenhague é um caso para estudo. Ela conta com um motor extremamente compacto que, mesmo espremido na bitola de uma roda de bicicleta, consegue desenvolver torque suficiente. Isso acontece até em baixas rotações, sem o uso de engrenagens complexas, pesadas e absurdamente grandes.
     Outro detalhe interessante é a criação de um SDK, um kit para desenvolvedores, que permitirá algum nível de customização da plataforma. A roda foi desenvolvida por ex-alunos do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), em parceria com designers da cidade dinamarquesa. Ela leva usa o nome de Copenhague como homenagem à cidade que é reconhecida internacionalmente pelas inovações em termos de mobilidade voltadas aos ciclistas.
     É possível adquirir a roda em pré-venda por US$ 700 (R$ 1.750,00). Ainda não há qualquer informação sobre a disponibilidade do equipamento no Brasil.

Fonte: Extreme Tech e Super Pedestrian




Postar um comentário