Governo brasileiro quer Facebook fora do ar



     BRASÍLIA – A rede social Facebook poderá ser que suspensa por 24 horas por colaborar com manifestações desastrosas ao patrimônio público. A decisão é do juiz de Florianópolis, Luiz Felipe Siegert Schuch. No final da tarde desta terça-feira, o Facebook apresentou a Schuch pedido de reconsideração da decisão. O juiz ainda analisa o caso, que só deve ser decidido na próxima segunda-feira.
     Tudo isso devido as manifestações que estão ocorrendo em todo país. A justiça acredita que tirando o facebook do ar evitará mais protestos danosos.
     Se a decisão do juiz for mantida, o Facebook deverá interromper o acesso à rede social e apresentar a informação de que o site está fora do ar para atender ordem judicial. Se essa determinação não for atendida, a empresa terá que pagar multa diária de R$ 50 mil e o prazo de suspensão do Facebook no país será duplicado.
     De acordo com a decisão, o Facebook descumpriu uma liminar anterior que determinou que fosse retirada do ar a página “VAMOS PROTESTAR COM VIOLÊNCIA”. O juiz também determinou a identificação das pessoas que criaram a página no Facebook.
     A assessoria de imprensa do Facebook no Brasil informou que ainda aguarda um posicionamento oficial da sede, na Califórnia (Estados Unidos), para se manifestar.

Comentários