Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Elgin Park - Notável cidade americana congelada no tempo


     Imagine uma cidade como cápsula do tempo, onde nada mudou desde a década de 1960. Certamente, há exemplos do mundo inteiro, mas a maior parte destas cidades foram abandonadas, entregues aos seus próprios destinos, devido aos estragos da guerra, à poluição nuclear ou simplesmente às mudanças demográficas. No entanto, há uma cidade na América, que ainda parece exatamente como seria na década em que surgiu o rock and roll. Bem-vindo ao Elgin Park.
     A minúcia de vida americana todos os dias está lá para ser vista. A loja Top Toys está ali na esquina, pura e simplesmente como era,décadas atrás.


A concessionária Chevy está aberta, à espera de clientes.


A loja de carros usados “OK”.



     Um trem de passageiros atravessa a cidade de Elgin Park, em uma noite de verão quente e seco, indo em direção às luzes brilhantes da cidade grande. No entanto, espere um segundo, espera. Como pode um lugar ter sido preservado tão bem por tanto tempo? Além disso, onde estão todas as pessoas? 


     Na verdade, a cidade é uma criação, uma combinação mental de memória e ficção trazido à vida por Michael Paul Smith (foto acima), de Winchester, Massachusetts.



     Smith vem fazendo modelos de pequena cidade americana por mais de um quarto de século. Elgin Park é, de fato, um modelo em escala de 1/24. Ela não se baseia em qualquer das cidades americanas com nomes semelhantes, que você possa encontrar nos EUA. É, no entanto, totalmente de sua própria criação e existe apenas através do orifício de uma lente.
     No entanto, essas imagens parecem tão reais - quase capturas perfeitas de momentos no tempo que, na realidade, nunca aconteceu, pelo menos no que nossos olhos percebem. Uma das razões, talvez, seja o uso muito inteligente de ambientes reais para aumentar a verossimilhança das fotos. Smith leva suas fotografias ao exterior como pano de fundo, nos arredores de sua cidade natal real, Winchester.
     Uma vez que ele encontra o cenário ideal para um dos seus 'sets', então Smith persegue um sistema de tentativa e erro até que a foto certa é capturada. A sombra fora do lugar, uma árvore no fundo, que é muito alta para o conjunto e toda a ilusão seria perdida. O mesmo acontece com fotos à noite, onde a iluminação é muito importante.
     O que realmente nos impressiona sobre todo o processo é que as fotos acabam parecendo cenas ou fotos a partir de filmes. Você pode imaginar James Dean andando pela rua principal, de mãos dadas com Natalie Wood. Você pode imaginar Elvis, em seu caminho para mixar o seu primeiro disco.
     Como você pode ver, as imagens de Smith de Elgin Parque causaram uma grande celeuma e para comemorar o seu projeto, um livro foi lançado. Apesar de não estar disponível nas livrarias, você pode comprar na Amazon on .
















Postar um comentário