Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Cirurgia para mudar cor dos olhos


     Olhos azuis não existem. Nem verdes. Assim como o maldito vestido a cor que vemos é resultado de um efeito óptico. Tudo acontece na estroma, a camada exterior da íris. É uma estrutura de fibras, nervos e vasos sanguíneos que circundam a pupila e se prendem ao músculo que abre e fecha o esfíncter.
     A quantidade de melanina na estroma varia de acordo com fatores genéticos e ambientais, e é ela que dá cor ao olho, ou melhor, parte. Não existe melanina azul, ao menos entre humanos, só Krees, Smurfs e Na’Vis, então como o olho azul é azul?
Simples: a estroma não é uma superfície lisa. É uma estrutura tridimensional incrivelmente complexa. Veja esta macro de um olho humano normal e saudável:


     Essa estrutura quando tem muita melanina, mais cores do espectro são absorvidas. Se há pouca melanina a luz não é absorvida pela estrutura do olho, mas difundida/refratada e as frequências correspondentes às cores mais claras acabam refletidas de volta.
     Ou seja: debaixo de todo olho castanho há um olho azul escondido.
     Olhos azuis, aliás, são bem raros, dependendo do grupo etno-geográfico. Nos Estados Unidos só 15% da população têm olhos azuis. Por isso mais gente quer ter. Em lugares com predominância de olhos claros, cores como os lindos castanhos da Mila Kunis são mais valorizados.
     A Stroma Medical é uma empresa da Califórnia que diz ter desenvolvido uma técnica onde, por US$ 5 mil, um laser é direcionado para sua estroma, vaporiza a camada superficial, onde fica o pigmento e gera uma lesão. O corpo corre para reparar o dano, substitui o tecido antigo, mas não aplica nova camada de melanina. Como resultado seu olho acaba azul ou verde.
     Só há um problema. É pra lá de experimental e totalmente permanente. E como toda cirurgia ocular, é mexer em uma estrutura muito delicada, propensa a acidentes:
          A empresa diz ter feito experimentos, mas como beagles e coelhos são protegidos pela PETA, usaram 37 pacientes humanos no México e na Costa Rica. Não há trabalhos publicados. São tantas bandeiras vermelhas que daqui a pouco o Zé Rainha aparece, mas um monte de gente vai arriscar a visão, afinal o que é um tiro de laser no olho pra quem usa hidrogel?

Fonte: Time.
Postar um comentário