Windows XP vira dor de cabeça para a Microsoft


     O Windows XP parece ter virado uma verdadeira dor de cabeça para a Microsoft. Mesmo após o fim do suporte ao sistema em abril, a antiga plataforma obteve um pequeno crescimento em junho, chegando a 25,31% do mercado. Ao mesmo tempo, a versão mais recente do sistema, o Windows 8, teve uma leve queda na participação durante o mesmo período. Há um movimento de abandonar o Win 8 pelo Win 7.
     De acordo com os dados divulgados pela NET Marketshare, o Windows XP teve um leve crescimento de 0,04% no último mês, passando de 25,27% do mercado para 25,31% em comparação com maio. Embora tenha sido uma variação muito pequena, a informação não deixa de surpreender por se tratar de um sistema lançado há mais de uma década e que não recebe atualizações de segurança.
     A pesquisa revelou ainda que o Windows 8, uma das versões mais recentes da empresa, teve sua participação reduzida de 6,29% para 5,93% dos usuários. Por outro lado, o Windows 8.1, o mais recente, teve um crescimento de 0,26% passando de 6,35% para 6,61% do mercado. A notícia não chega a ser necessariamente ruim para a Microsoft, já que o Windows 8 tem a atualização gratuita para o 8.1, o que pode ter contribuído para a variação nos dados.
     Enquanto isso, o Windows 7 segue com folga na liderança e aumentando sua vantagem em relação aos demais. A versão mais popular do sistema foi a que obteve o crescimento, chegando a 50,55% em junho contra 50,06% em maio.
     O crescimento do Windows XP chega em meio as notícias relacionadas à próxima versão do sistema operacional. De acordo com rumores recentes, a Microsoft pretende dar foco novamente à interface desktop da plataforma em computadores e notebook. Além disso, há a possibilidade de o atualização ser gratuita para as versões 8.1 e 7 com Service Pack 1.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uber entra em guerra contra seus concorrentes