Trabalhando em paz


     Nos velhos tempos todo mundo tinha uma sala. Mesmo as formais mais inferiores de vida, os aspeiros, dividiam salas com 3 ou no máximo 4 pessoas.
     Um belo dia os hipsters das startups inventaram de todo mundo trabalhar junto, uma grande família feliz, sem divisórias, paredes e mesas individuais. Isso para quem se distrai fácil é um inferno. Felizmente o Japão (sempre ele) veio em salvação de gente que quer trabalhar em paz sem ser aporrinhado por chatos que não entendem o conceito de headphone.
     É a Cozy Room, uma espécie de cubículo digivoluído para um cubo de 205 × 120 cm, onde você se fecha e trabalha em paz, com direito à iluminação, ventilação, tomadas e prateleiras:
     Até para quem trabalha em casa isso é tentador, mas no ambiente corporativo seria maravilhoso. Infelizmente a maioria dos chefes é míope demais e acharia que ao invés de trabalhar você estaria revisitando a filmografia da Tracy Lords. Sim, você estaria, mas não vem ao caso.
     O Cozy Room custa ¥ 798.000 (dá uns US$ 8 mil) e vale cada centavo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uber entra em guerra contra seus concorrentes