Você comeria insetos no almoço?


    O programa vem sendo desenvolvido pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, em inglês). Hoje existem 900 espécies de insetos conhecidos que são comestíveis. Hoje, estima-se que dois bilhões de pessoas já incluam insetos em suas refeições diárias no mundo, normalmente por hábito cultural. Com o programa de incentivo, a quantidade deveria crescer mais.
     Isso porque boa parte dos insetos são bem nutritivos, em sua grande maioria ricos em proteínas. Como eles se reproduzem rapidamente, a quantidade de alimento nunca seria problema, e o cativeiro de insetos é bem mais simples, barato e ecológico do que de mamíferos ou peixes, por exemplo. Em média, são necessários 2kg de ração para produzir 1kg de alimento, contra a proporção de 8kg de ração para 1kg de carne bovina. Além da óbvia refeição inteira, grande parte deles não perdem muitos nutrientes quando transformados em pó, aumentando a variedade de formas de se consumir o alimento.
     Eles também podem ser usado para complementar outras refeições, como corante para alimentos ou tempero. Além disso, em muitos países os insetos fazem parte da medicina tradicional, assim como programas para combater desnutrição infantil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uber entra em guerra contra seus concorrentes