Hackers conseguem roubar cerca de 45 milhões de dólares


     Um dos maiores roubos em caixas eletrônicos no mundo todo aconteceu na semana passada, e não tem nenhuma relação com assaltos, bombas, explosões ou algo assim. Com hackeamento e cartões clonados, o prejuízo ficou estimado em cerca de US$ 45 milhões.
     Uma equipe de oito hackers teria conseguido acessar um banco de dados com diversas informações sobre cartões de débito do mundo todo, conseguindo ver seus saldos disponíveis. Através disso, foi possível manipular o saldo total dessas contas, adicionando limites pré-pagos maiores.
     Após o roubo, foram reprogramados diversos cartões usados que ainda utilizavam tarja magnética ao invés do chip e acessaram as contas, sacando todo o limite de saque disponível. Os ladrões trocavam SMS e e-mails para repassar a senha uns para os outros, em um golpe que envolveu diversos países. Logo em seguida, o valor era depositado em uma conta “limpa”, ou investido em algum artigo de luxo de possível revenda, como carros e joias. Mais de 40 países foram afetados, em especial na Europa, Ásia e Oriente Médio.
     Diversos dos golpistas foram filmados e identificados, até a procuradora americana Loretta Lynch chegar a oito nomes, que foram presos nos Estados Unidos. Ao redor do mundo, os golpistas menores também estão sendo identificados. Porém, a polícia americana acredita que o comando da operação não está nos EUA, e trabalha para identificar de onde vem toda a coordenação do plano.

Fonte: The New York Times

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uber entra em guerra contra seus concorrentes