Já são 78 mil inscritos para morar em Marte


     Uma organização abriu inscrições para "emigração" para Marte há duas semanas e conta já com quase 80 mil candidatos para irem para o planeta vermelho em 2022, apesar de afirmarem que a viagem é apenas de ida, sem volta.
     A organização Mars One pretende enviar um grupo de pessoas para Marte, em 2022, com o propósito de estabelecer a primeira colónia humana no planeta vermelho.
     Nas duas semanas em que a organização abriu as inscrições já recebeu mais de 78 mil inscrições, que estarão abertas até 31 de agosto. No entanto, a organização avisa que devido às alterações fisiológicas impostas pela adaptação à vida em Marte, não haverá forma de regressar ao nosso planeta.
     No seu site, a organização lembra que apesar de um cosmonauta conseguir voltar a andar depois de 13 meses a bordo da Mir, num ambiente sem gravidade, uma estadia prolongada em Marte não permitiria ao corpo humano readaptar-se à gravidade terrestre.
     De forma concreta, aos candidatos não é pedida qualquer habilitação específicas, somente que tenha "disposição para construir e manter relações saudáveis, capacidade de refletir sobre si próprio e de confiar nos outros". Os voluntários escolhidos receberão um treino mínimo de oito anos antes de embarcarem na longa viagem de sete meses até Marte.
     Até ao momento encontram-se representados 120 países nas inscrições, sendo a maioria de norte-americanos. A inscrição pressupõe o envio de um vídeo por parte do candidato a explicar as razões porque querem ir passar o resto da vida para o longínquo planeta vermelho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uber entra em guerra contra seus concorrentes