Vírus atacam também os smartphones


      Os vírus, que já tiravam o sono dos usuários de computadores há tempos, estão chegando em número cada vez maior aos smartphones. Com isso, passa a ser importante na hora de saber qual aparelho comprar, se o seu sistema possui proteção contra arquivos mal intencionados. Afinal, qual das plataformas móveis populares é a mais segura: Android, iOS, Windows Phone ou BlackBerry?
     Uma pesquisa recente da empresa especialista em segurança online Kaspersky mostrou a realidade do cenário dos vírus atualmente. A infecção de computadores está em segundo plano, com os aparelhos móveis sendo os principais alvos. Os vírus não são os mesmos, mas os problemas que eles podem causar também são grandes.
     Recentemente, por exemplo, foi identificado um vírus “praticamente impossível de ser eliminado para Android”. E o Android é justamente o principal alvo dos cibercriminosos que desenvolvem arquivos maliciosos. Segundo um relatório sobre a evolução do malware em dispositivos móveis feito pela Kaspersky, 99% das ameaças atuais são destinadas à plataforma do Google.
    “Durante os últimos trimestres, percebemos que o Android é o alvo mais popular de malware móvel. Neste trimestre, não foi diferente. Praticamente todos os novos vírus desenvolvidos para mobile são direcionados à plataforma. O mix inclui mensagens de texto mal intencionadas, botnets, spyware e trojans destrutivos”, diz uma nota emitida pela McAfee, outra empresa especializada em segurança online.
     No entanto, segundo um estudo da empresa SourceFire, o iOS, sistema operacional da Apple, acumulou um número maior de vulnerabilidades do que todos os seus concorrentes juntos nos últimos anos. Mas a utilização do iTunes e as regras da Apple para apps em sua loja virtual acabam fazendo com que ele fique mais protegido e não tenha tantos casos de malware.

Comentários