Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Um trem movido à energia solar


    Trata-se do primeiro Trem “verde” da Europa, que sai da estação trafegando por um túnel coberto de painel solar na Bélgica. O túnel solar é composto por 16.000 painéis solares instalados na via férrea da Antuérpia, na Bélgica. Essa instalação gigantesca formada por uma montanha de painéis solares alinhados, é o resultado de uma colaboração entre a operadora ferroviária belga Infrabel, e a empresa de energia renovável Enfinity.  Os municípios de Brasschaat e Schoten, também entraram no projeto, com financiamento das empresas intermunicipais FINEA e IKA, de construção solar, e sistemas de energia solar.
     O projeto, atualmente conhecido como “Túnel Solar”, é o primeiro de seu tipo na Europa, uma vez que é a primeira vez que a infraestrutura ferroviária tem sido usada para gerar energia verde.
     A área ferroviária urbana é tão grande e com tamanha taxa de luz do sol que, se coberta, forneceria tanta energia que o transporte público seria completamente grátis para todos, com tudo pago pela geração de energia. Infelizmente esse país é completamente tosco para ideias legais.
     A energia solar será utilizada na junção Antuérpia Norte-Sul (incluindo a Estação Central da Antuérpia) pelos trens e postos de manutenção. Servirá para os trens convencionais e de alta velocidade.
     Com 3,6 km de comprimento, o túnel está equipado com 16.000 paineis de 245W solares que cobrem 50.000 metros quadrados (cerca de oito campos de futebol).
     Os painéis oferecem 3300 GWh de eletricidade por ano, o suficiente para abastecer 4.000 trens – o equivalente a um dia inteiro de tráfego ferroviário belga. A eletricidade produzida pela instalação é usado para infra-estrutura de energia ferroviária, tais como sinais, iluminação e aquecimento de estações. Ele também alimenta os trens que utilizam a rede ferroviária belga. Enfinity, a empresa com sede nos EUA a desenvolver o projeto, disse que iria diminuir as emissões de CO2 em 2.400 toneladas por ano. Mas há outras vantagens do túnel. Idealizado originalmente para proteger os trens de queda de árvores à medida que passam através de uma antiga floresta, a instalação ocupa uma área total de 50.000 m². Os engenheiros já começaram outro projeto que visa cobrir a superfície de 50.000 metros quadrados com painéis solares monocristalinos (avaliado em 245 Wp por painel). Os painéis foram instalados usando uma estrutura de telha de lastro especial que anula a necessidade de perfurações na estrutura. A Enfinity relata que a instalação gera 3,3 GWh de eletricidade por ano – o equivalente ao consumo anual de eletricidade média de cerca de 1.000 casas. O custo do projeto foi 20 milhões de dólares.
Postar um comentário