Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Começou a pré-venda do Apple Watch e, como esperado, já esgotou


     Há bons motivos para não comprar um Apple Watch tão cedo: ele tem alguns problemas de desempenho, não é muito intuitivo, e a bateria não dura muito. Mesmo assim, ele já esgotou na pré-venda, feita exclusivamente online.
     As primeiras unidades serão entregues em 24 de abril mas, segundo o MacRumors, quem fizer a reserva agora nos EUA terá que esperar até maio, junho ou julho para receber o relógio.
    A situação é ainda pior em outros países: o 9to5Mac diz que, no Japão, alguns modelos do Apple Watch só serão entregues daqui a seis meses.
     A Apple sabia que isso iria acontecer. Angela Ahrendts, que cuida de Varejo e Lojas Online, disse em comunicado que “nós esperamos que a forte demanda dos consumidores vai exceder nosso estoque no lançamento”.
     Ver estoques esgotando não é necessariamente um sinal de sucesso: isso ficará mais claro quando (ou se) a Apple divulgar números de vendas. Afinal, o Apple Watch é um produto novo para a empresa, e prever a demanda é difícil.
     Além disso, como você deve imaginar, os estoques escassos dão uma aura de exclusividade ao Watch, pois só alguns “sortudos” conseguem comprá-lo. Por isso, é melhor deixar os consumidores esperando um pouco do que ter relógios não vendidos ocupando espaço no estoque.
     Tudo isso é a história se repetindo. Da última vez que a Apple entrou em uma nova categoria de produtos – o iPad em 2010 -, o estoque logo esgotou na pré-venda, que era restrita aos EUA. Eles tiveram que atrasar o lançamento em outros países por causa da alta demanda.
     Mas dessa vez, as filas não estão absurdamente longas nas Apple Stores. Em Nova York, havia apenas “duas pequenas fileiras de pessoas”. Em Londres, as lojas estavam cheias, mas sem filas. Em Sydney, Austrália, “apenas cerca de 20 fãs inveterados fizeram fila, algo modesto para os padrões de um lançamento da Apple”, diz a Reuters. Em Paris, no entanto, cerca de 100 pessoas esperavam fora da loja para experimentar o Watch.
     Em um memorando interno vazado pelo Business Insider, Angela Ahrendts diz que quer acabar com essas filas de vez: “os dias de esperar na fila e cruzar os dedos por um produto acabaram para os nossos clientes”. Por isso, não há como entrar na pré-venda em lojas físicas: é preciso fazer a reserva online. Nas Apple Stores, só é possível experimentar um Apple Watch com horário marcado.
     A pré-venda está acontecendo nos EUA, Alemanha, Austrália, Canadá, China, França, Hong Kong, Japão e Reino Unido. O Apple Watch custa entre US$ 349 e US$ 17.000.

Fonte:Business Insider
Postar um comentário