Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Seita sobralense aguarda o fim do mundo


      Confinados desde ontem em um subterrâneo na Serra da Meruoca, mais de 30 pessoas de um seita secreta estão neste momento esperando pelo momento do fim do mundo que, segundo elas, ocorrerá amanhã. Os membros da tal seita armazenaram alimentos, água, velas e roupas, cortaram a energia do sítio e aguardam em grupo o momento do evento.      Alguns deles até pegaram falta no trabalho. Corre à boca miúda em Sobral que a seita contratou até advogado para que, se o mundo não acabar, eles entrem na justiça contra possíveis casos de assédio moral contra eles. E, acreditem, os membros da seita são pessoas de nível de instrução acima da média. Absurdo, não?
     Bem, para entrar no clima do fim do mundo, vai aqui uma sugestão para quem aprecia um bom filme: O Dia Depois de Amanhã.
     O filme de Roland Emmerich - , o mesmo de Independence Day (1996), Godzilla (1998) e O Patriota (2000) - mostra o pior cenário, aquele proposto pelo célebre James Lovelock, em sua Hipótese de Gaia - segundo ele, a deterioração causada pelo homem ao clima pode desencadear a qualquer momento, daqui a cem anos, uma década, dois anos, já, desastres de proporções inimagináveis. Muita gente, inclusive na comunidade científica, acredita que Lovelock delira. Sua mensagem, no entanto, merece cuidadosa consideração. 
     A trama é a seguinte: o filme abre com o paleontologista Jack Hall (Dennis Quaid), que testemunha o derretimento e apavorante deslocamento de um enorme bloco de gelo em uma estação no Ártico. De volta à civilização, ele desafia abertamente o vice-presidente dos EUA em uma conferência sobre o clima. O político cinicamente desdenha dos riscos que ele apresenta. Enquanto isso, em uma base científica na Escócia, três cientistas despertam para um acontecimento assustador - bóias situadas no Golfo do México começam a exibir um resfriamento abrupto e inédito de suas águas. 
     A Terra sofre alterações climáticas que modificam drasticamente a vida da humanidade. Com o norte se resfriando cada vez mais e passando por uma nova era glacial, milhões de sobreviventes rumam para o sul. Porém o paleoclimatologista Jack Hall (Dennis Quaid) segue o caminho inverso e parte para Nova York, já que acredita que seu filho Sam (Jake Gyllenhaal) ainda está vivo.
Postar um comentário