Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

sábado, 28 de setembro de 2013

Corte americana julga curtidas no Facebook. Era o que faltava

     Uma polêmica nos Estados Unidos envolve as ações das pessoas no Facebook. A Quarta Corte de Apelações julgou, semana passada, que a opção de curtir na rede social é uma liberdade de expressão, mesmo que seja destinada a um político em épocas de eleições.
   A confusão aconteceu graças a uma ação movida por seis ex-funcionários do departamento de xerife de Hampton, na Virgínia. A titular do cargo, BJ Roberts, mandou embora os ex-empregados por terem curtido a página de seus concorrentes em 2009.
   Com isso, curtir uma pessoa em terras norte-americanas está protegido pela Primeira Emenda da Constituição do país, que trata da liberdade de expressão.
     A decisão anula outra que havia sido tomada por uma corte distrital que julgou a ação de dar um “like” em uma página não era suficiente para estar protegida pela constituição. Ainda cabe recurso para a decisão, mas essa foi uma vitória para os internautas e principalmente para Bobby Bland e cinco de seus colegas.
     Cá pra nós, é muita falta do que fazer, não?
Postar um comentário