Pin It button on image hover

O Blog do Bega

Sobral, onde a luz fez a curva.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Os belíssimos geisers do Fly Rach

     

     
     Este gêiser de aparência alienígena à beira do deserto de Black Rock foi realmente feito pelo homem. Na verdade, foi feito por acidente.
     Há realmente dois gêiseres na propriedade. O primeiro foi criado há quase 100 anos, como parte de um esforço para fazer uma parte do deserto utilizável para a agricultura. Um poço foi perfurado e água geotérmica de ebulição (200 graus) foi encontrada. Obviamente a água não era adequada para irrigação, então o gêiser foi abandonado e um cone de carbonato de cálcio de 10 a 12 pés formou-se sobre o poço.
     Em 1964, uma empresa de energia geotérmica perfurou um poço de teste no mesmo local. A água que jorrou impressionou, pois tinha a mesma temperatura de 200 graus - quente, mas não quente o suficiente para seus propósitos. O poço foi supostamente selado, mas aparentemente não o suficiente. O novo gêiser, que fica a algumas centenas de metros ao norte do original, roubou a pressão da água do primeiro que ficou seco.
     Este segundo gêiser, conhecido como Fly Geyser, tem crescido substancialmente nos últimos 40 anos, por causa do depósito de minerais que formam a bolsa de água geotérmica, na superfície do deserto. Pela existência de vários bicos de gêiser, este gêiser não criou um cone tão grande quanto o primeiro, mas vários outros cones cresceram ao seu lado. O gêiser é coberto com algas termofílicas, que florescem em ambientes quentes, úmidos, resultando em vários tons de verde e vermelho que tornam a sua aparência meio que alienígena.

     O gêiser está localizado no Fly Ranch, é propriedade privada e sua invasão é ilegal. No entanto, se você dirigir até a cidade vizinha de Gerlach e for ao restaurante do Bruno, eles podem colocar você em contato com os proprietários que fazem passeios de um dia, com os preços que variam de US $ 25 -. US $ 50 por dia.






Postar um comentário