Ciência: avanço nas pesquisas sobre a causa do Mal de Alzheimer


    Pesquisadores da Universidade de Penn State deram mais uma esperança para as pessoas que sofrem da doença de Alzheimer. Eles descobriram uma nova proteína que pode causar a doença.
     Os cientistas descobriram que os cérebros afetados pela doença têm excesso de um neurotransmissor chamado GABA. Com isso, o tipo de tratamento também pode ser direcionado a diminuir sua ação.
     O Mal de Alzheimer é a forma mais comum de conduzir a pessoa para a demência e é caracterizada pelo declínio progressivo da função cognitiva. O cérebro da pessoa afetada começa a sofrer morte de neurônios na região responsável pela memória e depois se espalha.

Comentários