Postagens

Mostrando postagens de maio, 2015

Apple quer acabar com o jailbreak no iOS9

Imagem
      A Apple está trabalhando em uma nova versão de seu sistema operacional, e promete desde já que se tratará de um iOS extremamente seguro e, entre outras características, blindado aos famosos jailbreaks, como informa o 9to5Mac.      Jailbreak é o nome que se dá quando há intenção de mexer no hardware do dispositivo através de seu software para modificar as configurações de permissão e, assim, baixar aplicativos e ferramentas externos, originalmente proibidos ou tarifados pela Apple e seus sistemas. Tais ações têm sido algumas das mais fortes dores de cabeça para a Maçã, que pretende acabar com isso no iOS 9.      O sistema de segurança está sendo chamado por enquanto de Rootless, e aparentemente estará presente em ambos os sistemas operacionais iOS e Mac. Segundo o 9to5Mac, os novos sistemas foram criados para serem impossíveis de ser adulterados, principalmente no que diz respeito aos arquivos mais essenciais para a integridade dos iPhones e iPads, o que poderia represent

ZEF Climatic, a mesa que pode aposentar seu ar condicionado

Imagem
     Desde o esgotamento do recurso até o preço das tarifas, não faltam motivos para poupar energia elétrica. O consumidor, cada vez mais, procura produtos que agreguem este tipo de conforto e eficiência. A ZEF Climatic Table é um promissor gadget que se encaixa perfeitamente nessa tendência, numa linha chamada de ZEF – Mobília de Zero Energia (Zero Energy Furniture).      Criada pelo designer industrial parisiense Jean-Sébastien Lagrange junto com seu compatriota o engenheiro Raphaël Ménard, a ZEF Climatic Table reinventa uma das primeiras criações humanas: a mesa. A novidade é que o móvel também controla a temperatura do ambiente sem usar eletricidade.      À primeira vista, a ZEF Climatic Table não é muito diferente de uma mesa de design elegante com tampo de carvalho maciço e pernas anguladas. No entanto ela promete cortar os gastos com energia em até 60%. “Queríamos ver se era possível pensar as questões climáticas e energéticas a partir da produção de móveis”, conta Lagr

Rússia está desenvolvendo seu próprio sistema operacional móvel

Imagem
      A Rússia é um lugar esquisito. Diferente da China, que embora permaneça comunista no papel, mas abraçou o capitalismo com força, a nação dita democrática entrou numa vibe saudosista fortíssima nos últimos anos, muito por culpa do presidente e “ex-KGB” Vladimir Putin.      Não é novidade que suas decisões vêm sendo vistas como uma forma de fortalecer o país e tentar resgatar a glória da Mãe Rússia, principalmente no que diz respeito ao cenário tecnológico. Exemplos:  exigir acesso aos dados da Apple e SAP, obrigar empresas a armazenarem dados no país, abrir mão de processadores AMD e Intel, obrigar blogueiros e usuários de redes sociais a se registrarem como veículos de mídia, exigir que devs mobile deem preferência ao Tizen e Sailfish e proibir memes com figuras públicas.      A última mais uma vez mira no mercado mobile: o governo russo não quer mais que seus cidadãos dependam de dispositivos iOS, Android ou Windows e pretende desenvolver um SO próprio.      A meta da

Fechar sites de pirataria não funciona

Imagem
      Site pirata bom é site pirata “morto“. Essa é a linha de pensamento que associações como RIAA e MPAA defendem. Mas será que uma medida tão extrema resolve o problema da pirataria? A Comissão Europeia fez um estudo para descobrir. A resposta é um sonoro “não”.      A gente já sabia. O Capitão Óbvio também. Mas levantamentos como esse ajudam autoridades e a própria indústria a compreender melhor a dinâmica do problema e, eventualmente, a buscar soluções razoáveis para todo mundo.      Para chegar à conclusão, pesquisadores da Comissão Europeia analisaram estatísticas referentes ao site de streaming Kino.to. O serviço era bastante popular em certos países da Europa, mas foi fechado pela polícia em 2011, com direito a prisões de integrantes e apreensão de computadores.      Os analistas perceberam que, tendo como base um grupo de 5 mil usuários alemães identificados como usuários do Kino.to, a procura por conteúdo ilegal caiu drasticamente depois do fechamento. Mas apenas

Perna biônica pode ser controlada pelo cérebro

Imagem
As próteses atuais são de grande ajuda para pessoas que, por acidente ou enfermidade, perderam algum membro do corpo. Mas a próxima geração desses equipamentos promete oferecer muito mais realismo, digamos assim. É o caso da perna biônica em desenvolvimento pela fabricante Ossur: os movimentos da prótese podem simplesmente ser controlados com o cérebro.      Mesmo as próteses mais modernas de hoje podem causar frustração nos usuários. Muitas vezes, a pessoa percebe um atraso na realização do movimento desejado porque o acionamento do dispositivo depende da contração de um músculo. A prótese da Ossur não tem esse problema por conta de sensores chamados IMES (Implanted MyoElectric Sensor).      Basicamente, a tecnologia funciona da seguinte forma: quando o cérebro emite uma “ordem” para movimentar o pé, os sinais correspondentes são captados por um par de sensores colocados em contato com um tecido muscular da perna próximo ao ponto onde houve a amputação.      Esses sensores

LG desenvolve TV OLED de menos de 1 mm de espessura

Imagem
           A tendência atual são telas com resoluções cada vez maiores. Mas a indústria não abandonou a ideia de desenvolver displays fininhos. Prova disso é a mais recente proeza da LG: a companhia apresentou uma TV OLED que tem menos de 1 mm de espessura – 0,97 mm, para ser exato.      O painel possui 55 polegadas e pesa apenas 1,9 quilo. Com essa leveza toda (para uma TV grandalhona), a LG pôde implementar outra ideia: a fixação do dispositivo à parede é feita com imãs, como se houvesse cola atrás da tela.      Essa “colagem” é feita de modo semelhante à colocação de um cartaz na parede. Além de fina, a tela é flexível, portanto, não há problema em dobrá-la ligeiramente para facilitar o transporte e a própria fixação.      Por enquanto, a tela não passa de um protótipo. A LG não descarta a ideia de lançar uma TV fininha assim, mas, no momento, a preocupação da companhia está em demonstrar os avanços da sua tecnologia.      A LG aposta fortemente no OLED para a atual e

As melhores fotografias da semana no Pinterest

Imagem

Eu estaciono feito um idiota

Imagem
 Proibido girar à esquerda

Transição para TV digital começa em 2015 e termina em novembro de 2018

Imagem
     Você já migrou para a televisão digital? O Ministério das Comunicações definiu, em junho de 2014, o cronograma do desligamento do sinal analógico em cada município. Com a transição, que está sendo aguardada especialmente pelas operadoras, a frequência de 700 MHz será liberada para o 4G. No Brasil, as redes móveis de quarta geração usam atualmente as faixas de 1.800 MHz e 2.600 MHz.     Os primeiros a terem o sinal de TV analógica desativado serão os moradores de Rio Verde, município de 197 mil habitantes localizado em Goiás que foi escolhido para ser a cidade piloto. Isso acontecerá no dia 29 de novembro de 2015. Ao longo de 2016, o desligamento será feito em grandes capitais: Brasília (3 de abril), São Paulo (15 de maio), Belo Horizonte (26 de junho), Goiânia (28 de agosto) e Rio de Janeiro (27 de novembro). Data Região Municípios 29/11/2015 Piloto Rio Verde-GO 03/04/2016 Distrito Federal Abad

Mercado de dispositivos móveis na China está estagnado

Imagem
      O mercado chinês de smartphones é atualmente o maior do mundo, tendo ultrapassado o norte-americano em 2011. Considerando que ele é o país mais populoso do mundo as empresas sempre deram uma atenção maior a ele, pois qualquer lançamento bem-sucedido por lá representa uma marca considerável em seu market share.      Só que esses tempos estão passando. Segundo uma pesquisa da IDC a venda de dispositivos móveis na China está começando a cair, e por um motivo bem simples: não há mais para quem vender.      Os números apurados mostram uma queda nas vendas de smartphones de 4,3% no primeiro trimestre de 2015 se comparado com o mesmo período do ano passado, algo que não acontece desde 2009. De acordo com Tom Kang, diretor da Counterpoint o mercado mobile da China atingiu o ponto de estagnação: 90% dos cidadãos do país possuem ao menos um smartphone, portanto a queda simboliza que aqueles interessados em utilizar um dispositivo móvel já possuem um. “A China se tornou um mercado

Aparelhos eletrônicos poderão ser usados em voos no espaça aéreo americano

Imagem
      Passageiros de companhias aéreas americanas poderão usar seus dispositivos durante todo o voo nos EUA. Uma decisão judicial determinou que aparelhos eletrônicos, como notebooks, smartphones e tablets, poderão ser usados em aviões, inclusive durante a decolagem e o pouso.      Em outubro de 2013, a FAA (Federal Aviation Authority, autoridade federal da aviação nos EUA) já havia determinado que o uso de aparelhos eletrônicos não deveria ser restringido em nenhum momento do voo. No entanto, a AFA (Association of Flight Attendants, associação dos atendentes de voo dos EUA) recorreu à decisão da FAA.      Segundo a Associação, a FAA não havia cumprido os procedimentos legais adequados ao tomar sua decisão. Os atendentes de voo argumentaram também que o uso de tais dispositivos durante a decolagem e a aterrissagem poderia distrair os passageiros dos avisos de segurança que eram dados nesse momento.      No fim de semana, no entanto, a corte do distrito de Columbia decidiu co

Empresa anuncia robôs humanos na internet

Imagem
      A divisão do trabalho é a base de organização de uma sociedade. Em diferentes momentos da história a humanidade experimentou fórmulas mais ou menos equilibradas, mas todas sempre injustas. O paradigma da modernidade acenou com a possibilidade de libertar o homem do trabalho com a tecnologia, mas a história cuidou de também frustar estes planos.      Mas, imagine por um momento se pudéssemos nos livrar das tarefas cotidianas como arrumar a casa e levar os filhos para a escola? Um anúncio publicitário de uma empresa britânica chamada Persona Synthetics oferece gadgets ajudantes que são mais rápidos, mais fortes e provavelmente só não mais belos do que você.     Tudo isso porque eles são sintéticos. Neste caso, Synth é uma professora, uma ajudante e uma amiga. Ela pode lembrar um pouco a mãe do Damien de “A Profecia“, mas não se deixe impressionar por isso. Synth também vem com um perfeito sotaque e sendo artificialmente inteligente, ela pode mudar sua linguagem para portug

Windows 10 deverá ser a última versão do sistema da Microsoft

Imagem
      O executivo da Microsoft e evangelista do setor de desenvolvimento Jerry Nixon deu uma mensagem bem clara durante uma conferência realizada na última semana: o Windows como o conhecemos deixará de existir.      O Windows 10 será de fato a última versão do sistema operacional, mas isso não quer dizer que ele será extinto. Na verdade, ele vai evoluir para algo maior.      O que acontece: a Microsoft percebeu que não vale mais a pena manter o Windows como um produto, lançando versões completas a cada três ou mais anos. Um dos motivos é o ritmo acelerado do desenvolvimento e evolução das plataformas móveis, e mesmo o ciclo mais curto de updates de sistemas para desktops como o OS X e as distribuições Linux.      Uma das grandes reclamações dos usuários é a demora que Redmond levava para responder a novos formatos e padrões, mas o buraco é bem mais embaixo. O Windows sempre teve necessidade de ser pesado, enorme porque precisa reconhecer inúmeros drivers, coisa que não acon

Gadgets – Lily , o drone que voa sozinho (Muito legal)

Imagem
      Lily é um drone que está fazendo sucesso porque pode voar sozinho sem a necessidade de ser guiado por um controle. Isso mesmo, para ele funcionar basta "jogá-lo" no ar. Segundo a fabricante, que leva o mesmo nome do produto, o aparelho ainda é à prova d'água e faz imagens em Full HD.      O drone pesa apenas 1.3Kg, pode chegar a 40Km/h a até 15m de altura e tem autonomia de bateria que suporta 20 minutos de voo. Apesar da ausência do controle parecer ser o grande diferencial do Lily, a fabricante aponta a câmera com sensor de 12 megapixels e que filma em 1080p a 60 frames por segundo como o maior destaque. Além disso, o estabilizador de imagem e foco automático fazem o CEO da marca, inclusive, chamar o dispositivo como uma "câmera voadora", e não um drone.      A autonomia de voo do Lily funciona com a ajuda de um pequeno tracking, que fica responsável por emitir o sinal para o drone. Basta que o ele seja jogado no ar para começar a seguir e filma